quinta-feira, 14 de junho de 2018

A MINHA REAÇÃO QUANDO... #11



A pessoa me apresenta a amiga dela como se fosse a 8a maravilha do mundo e eu já sei (por experiências passadas) que a pessoa não vale o que o gato enterra.



Mas ela ainda não sabe  que cobra mata abraçando..

sábado, 9 de junho de 2018

Imperfeições, a gente vê por aqui.

Fonte : google



Esses dias estava pensando( ando muito reflexiva ultimamente) sobre essa necessidade de se promover diariamente. Sobre versículos bíblicos ou frases reflexivas seguidas de  selfies com super filtros nas redes sociais. #Deusnocomando virou "pagode". 

Andei reflexiva sobre a onda de  fazer stories mas não se fazer presente na estória de vida do outro. Stories agora estão acontencendo até no zappi. Perguntei à uma pessoa que entende de apps o que eu tinha que fazer para desativar essas stories. Ele me informou que você tinha que deletar a pessoa. Só assim não receberia essas atualizações. 

É comum está no perfil de todos mas não está presente na dor do outro.A vida é editada, plastificada, pronta "para ser consumida" por algumas pessoas depois de alguns cliques. 

Encontrei esse vídeo e ele me tocou muito. Eu não conhecia a autora, mas descobri que ela escreveu uns livros muito legais como "A coragem de ser imperfeito". 

 Quero deixá-lo para a nossa reflexão. Tenham um ótimo sábado!



sábado, 2 de junho de 2018

As doenças emocionais perpetuadas na família




Trilha de hoje:

Massive Attack - Inertia Creeps (State Of Bengal Mix)



Fonte: Google

Há um tempo atrás eu queria falar sobre um assunto muito delicado, porém necessário. Esse filme veio como a cereja do bolo e me deu o material que eu precisava para tratar sobre o Transtorno de Personalidade Narcisista

O filme conta a história de Tonya(Margot Robbie), uma patinadora brilhante  cuja a infância foi muito conturbada por ter uma mãe narcisista. No filme a mãe dela é pintada como tendo um caso severo desse transtorno, mas ainda assim fica fácil ver como isso afetou a vida da atleta em seus outros relacionamentos. 

À medida que Tonya evolui na fase adulta, ela passa a copiar alguns dos comportamentos de sua mãe e também atrai uma pessoa com os mesmos transtornos para se relacionar amorosamente.

O engraçado é ver como o que ela vivenciou em casa foi tomado " como algo normal " e a levou a ter relacionamentos abusivos. 

Filhos vítimas de pais e mães que tem esse transtorno estão sempre se perguntando ou tentando provar algo para receber carinho, amor e atenção. Numa relação com um(a) narcisista, o amor não é algo dado livremente, mas é um prêmio pelo qual a vítima deve lutar com unhas e dentes para obter. 

O carinho provido de maneira "genuína" pelo narcisista dá entender que às vezes ele se importa e tem sentimentos, mas a verdade é que não passa de um teatro para obter algo. Tudo que ele faz de bom por alguém não visa o bem da pessoa, mas sim manter uma imagem de perfeição perante a sociedade. Se algo não beneficia a imagem dele, ele não investe tempo nisso.

A razão pela qual eu queria muito escrever sobre o tema é porque a sociedade ainda vê os pais como seres sagrados, cujo filhos tem uma dívida pelo resto da vida, independente de como eles se relacionam. Acredito que com em relação às mães é ainda pior. Porque a mãe foi o ser que lhe deu a vida, o ser que se sacrificou e em várias instâncias. A mãe com o transtorno narcisista vai sempre lhe lembrar de tudo que ela fez e como se sacrificou por você e vai te fazer se sentir uma pessoa ingrata. 


O narcisista tem um ego muito frágil( sofrem de baixa auto estima) e precisa estar cercado de pessoas influentes para que se sinta bem. Precisa ser validado sempre e tudo que faz precisa ser reconhecido. Ele mantém relacionamentos por interesse e não por afinidade.

Quando você consegue algo sem a ajuda dele, ocorre muita inveja e isso foi algo que eles trabalharam muito bem no filme. Ele também não opera nos níveis de certo ou errado, verdade ou mentira estabelecidos socialmente. Ele tem seu próprio código, por isso não consegue enxergar o mal que faz as pessoas. Eles justificam, usam da técnica do gaslighting ou sofrem de "amnésia seletiva".

Se você quiser mais informações sobre as características de mães com o transtorno narcisista e como elas se relacionam, clique aqui

Infelizmente dizem  que é algo que raramente há cura, já que a pessoa com o transtorno não vê nada errado na maneira como vivem.  Se você é uma pessoa que nunca entendeu porque você e sua mãe( ou outro ente querido)  divergiram sobre coisas insignificantes e você nunca se sentiu VERDADEIRAMENTE ACEITA COMO SER HUMANO, talvez seja importante estudar sobre o assunto. 

 Eu recomendo demais esse filme. A atuação de Margot Robbie está sensacional. Ela deixou transparecer todos os sentimentos que uma pessoa sente quando lidando com um narcisista. 

Confira o trailer aqui. 

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Top Top - Maio de 2018

Confira abaixo os posts/vídeos que marcaram presença na telinha do meu computador : 

Gabi Na Janela - Coisa de gente pobre : Um paralelo traçado entre um personagem da TV brasileira e a mentalidade do brasileiro. Tem coisas que só são engraçadas na TV e precisam ficar por lá. 

Meu mundo Azul - Encrencas à parte , por gentileza ! :  Porque gente má cai sozinha. 


Alê Barcelos- Ninguém gosta de platéias vazias :  Porque às vezes o tempo precisa a trabalhar a seu favor, se você assim permitir. 

Resiliência Mag- Os 7 hábitos mentais das pessoas infelizes : Você já se perguntou porque você se irrita ou se aborrece com facilidade? Pode ser que esteja perpertuando hábitos que estão minando sua felicidade e seu brilho. 

Vá aos encontros felizes - Passarinhos no telhado. : Uma linda reflexão que te desafia a sair do lugar comum. 




sexta-feira, 25 de maio de 2018

Das vezes que eu pensei em fechar isso aqui.





Acredito que não há um blogueiro que não tenha se perguntado em algum momento de  sua carreira kkkkkkkk  seus escritos se ainda valia a pena escrever. 



Blogando há quase 10 anos( meu Deus, como o tempo voa), já vi muitas transformações tomarem forma nesse espaço. Há blogs que eu sinto falta, outros que fiquei feliz de conhecer. Há blogs que mudaram de  propósito, outros seguiram a linha diarinho. 

Tem gente que mudou de plataforma, parou.
Outros desistiram. 

Quando me indago ao que eu tenho visto na rede e os materiais pra lá de comerciais, a conclusão que chego à respeito de escrever permanece a mesma: sim, ainda vale a pena. 

Vale porque ninguém vai contar tua história de vida como você e esse é o seu poder. Nesse tempo conheci muita gente bacana por aqui. Uns mantém contato até hoje. Outros tomaram outros rumos. Outros acabei de conhecer e trocar um papo cabeça. 

Depois de conversar quase 1 hr no face com essa moça linda  , fui lembrada mais uma vez porque as outras redes sociais jamais serão como blog . Ainda existe sim, um bem querer verdadeiro, um amor, uma irmandade sincera por aqui. 

Hoje eu sou simplesmente grata pelas pessoas que resolveram ficar e continuar a escrever. Cada um de vocês me ajudaram em momentos difíceis. Outros trouxeram paz de espírito em suas palavras. Outros, a coragem que me faltava para fazer algo. 

Hoje um brinde à todos você que de uma forma ou de outra, tiram tempo de suas vidas para nos tocar com palavras. 

Ótimo fds! 

Ps: se tem um blog que toca teu coração, por favor compartilhe nos comentários!


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...