quinta-feira, 25 de julho de 2019

Top Top JULHO 2019

Confira abaixo os posts que entraram para o ranking do verão floridiano: 

MODO ALEATÓRIO-Eu ainda sou meu maior amante, o melhor que já tive :Um post que faz pensar sobre a nossa definição de amor próprio é nessa ou é algo imposto. Imperdível.

Ítalo Ventura - Poucas Mulheres Fazem Isso: Ás vezes a gente se desgasta à toa por não colocar a prioridade no lugar certo. Tem funcionado muito essa dica dele. Mudou muito a minha energia quando eu faço treinamento.

Dearly Tay - Mantra para todos os dias : como o poder das palavras podem mudar e afetar não apenas o seu dia, seu humor mas também a sua perspectiva em relação às dificuldades. 



Henry Cloud -When someone tries to blame you, respond like this :
Como se portar quando alguém coloca a culpa em você quando a responsabilidade é dela. ( Em inglês). 


Equilíbrio e Vida - Como se manter positivo quando a situação é negativa:Adorei o passo a passo e as perspectivas apresentadas em cada um deles. Leitura obrigatória. 
  
 Cardápio Mental #4, O que tem pra hoje: Quanto custa o seu coração? - O que você faz dele quando ninguém está te olhando?

A psicóloga - Como melhorar a relação em 7 passos : Um post maduro, verdadeiro, que vai te chamar à realidade. 

Cátia Damasceno - 5 sinais que você não sabe se valorizar : Um vídeo muito bem humorado. Ela é divertidíssima. 

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Cardápio Mental # 4 - O que tem para hoje: QUANTO CUSTA SEU CORAÇÃO?








Assim como a água reflete o rosto, o coração revela quem somos nós!
( Provérbios 27: 19)



O coração é o espelho da alma. 
Quando o coração não está bem, o reflexo vai além do espelho.
Aparece nas escolhas.

Nas relações.
Na falta das relações.

No abuso do sono, na sua falta também.

No controle do próximo ou num espírito de libertinagem.

Numa vida afundada nas regras ou numa vida desprovida de qualquer tipo de limites. 


Numa fé fanática ou na perda da crença do bem.



O que o seu coração está sentindo?

O que ele teve para o café da manhã hoje?

Cara no celular assim que acordou?

Curtidas? Compartilhamentos?
Vídeos? 
Fotos?

Frases? 
Desabafos?
Selfies?

Ele se entristeceu ao ver um post alheio?
Ele se comparou?
Ficou com raiva?
Afetou mais ainda a auto estima fragilizada?




Qual foi a primeira coisa que ele comeu assim que você acordou?


  Oração? 
 Meditação?

 Tempo para apreciar uma refeição?

Ouvir uma música gostosa?
Viu coisas bonitas?
Ouviu coisas que deu esperança?
Falou coisas construtivas?
Se elogiou?
Viveu o momento?



Qual o cardápio que seu coração segue diariamente?

Ele está raquítico?
Está anoréxico?
Está obeso com excessos?


Obeso por fazer coisas para compensar uma falta?

Você fica em silêncio enquanto ele grita?

O que você faz quando ele sangra?

Netflix? Vai para o Tinder?
Amazon Prime? Afinal o que há de errado com compras compulsivas?



Mal pode esperar para soltar uma indireta no facebook?

Fica de espectador assistindo a vida alheia no Instagram?


Se sente tentado a projetar uma felicidade fabricada por lá também?

Provando que superou ou está por cima?

Pra quê você precisa provar que superou?
Porque você precisa mostrar que está por cima?



Qual o estado do seu coração quando ninguém o vê , ninguém pode te ouvir?

Quando a máscara cai


Como você decide agir?
Você lida com sua dor ou você se medica com o que o externo tem a oferecer?



Falamos muito sobre ataque do coração e da importância de se manter ativo, com uma alimentação baleançada, uma qualidade de vida e estresse baixo.



E as nossas emoções? E a nossa saúde mental, psicológica e espiritual?


Vivemos uma sociedade que ama e exalta viver de aparências.
Uma verdadeira feira de vaidades.

Mal importa como você se sente.

Não há tempo para processar nada.

O show precisa continuar.



Muitos corações hoje se encontram em macas.

Outros estão respirando por aparelhos.

Porque ao invés de tratar a raiz do problema, que dói, querem apenas medicar os sintomas.



Que optemos por viver uma vida que é nossa.

O coração sempre vai refletir o que está a se passar por dentro.



Diga adeus à sua imagem.

Diga adeus à agradar pessoas que você nem sabe se gostam de você.

Ninguém volta para consertar o que dói lá no âmago.
Pare de se maltratar. 


Mate sua imagem. Salve seu coração.

Ainda há tempo.




Who do you need?
who do you love?
When you come undone



quarta-feira, 3 de julho de 2019

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...