quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O que você faz com o inverno?

FONTE: GOOGLE

Muitas pessoas estão lidando com o inverno nesse momento.Para alguns a estação representa estagnação, tristeza, escuridão, depressão, distância de quem se ama.Para outros representa mistério, beleza, aconchego e celebração. O inverno passou a ter um sentido especial e diferente para mim esse ano.Eu que nunca gostei da estação aprendi muitas coisas sobre ela que podem ser aplicadas na vida.

É no inverno que as folhas caem, onde o tempo esfria e onde não há muita atividade.É onde presenciamos galhos secos,"pelados",sem nenhum atrativo.O inverno mostra do que as plantas são feitas assim como as dificuldades mostram a nossa essência,o nosso eu sem maquiagem, sem sorriso.Mostra principalmente sobre aquilo que acreditamos e como colocamos em prática.Há 3 anos atrás li Faith&Doubt de John Ortberg.  No livro ele aborda três tipos de convicções que as pessoas mostram. 

A primeira é a que ele chama de convicção pública.É aquela que a gente quer que o povo acredite que tenhamos, mesmo que a gente não acredite nela.

Exemplo: A gente diz que fulaninha é maravilhosa e que a amamos, mesmo que não conheçamos nada a respeito daquela pessoa no cotidiano.

A segunda é chamada de  convicção pessoal.É aquela que a gente acredita ter até debaixo d'água, até que ela seja testada. 
Exemplo:  

Está realmente de dieta até que você vai para aquela festa de aniversário e parece que eles personalizaram os comes e bebes especialmente para você. 

Você está tirando um período sabático dos relacionamentos amorosos e acaba conhecendo um beautiful stranger que parece ser promissor.

Vai para o shopping determinada a comprar nada e a sua loja favorita está com todos os produtos remarcados à 50% de desconto.

A última é a que ele chama de core belief[não encontrei uma tradução que se encaixasse com a expressão, quem souber o que significa em português, pode colocar nos comentários]. É aquela que é revelada à medida que tomamos decisões no dia-a-dia, nas coisas que de fato fazemos.

Exemplo: 
Nós sabemos que depois de uma certa hora não é seguro andar pelas ruas à noite no Brasil, então não nos colocamos nessa situação.É algo simplesmente natural para nós.
 

Por que tantas pessoas sucubem quando " o inverno[dificuldades]" bate à porta? Porque segundo John Ortberg, os três tipos de convicções não estão alinhadas.É na dificuldade que a nossa essência revela à nós mesmos e aos outros do que realmente somos feitostambém durante as dificuldades onde existem as maiores chances para que descubramos o nosso grande potencial, a força e a fé que achavámos que não tínhamos. 

Como o mundo seria diferente se fôssemos ensinados que as dificuldades são a chave do crescimento.Que fracasso, rejeição,dor e perda são ferramentas que nos dão oportunidade de trabalhar nossos músculos mentais e emocionais para alcançar sucesso,conquistas e ser reconhecido pelas pessoas certas.

Trabalhar naquilo que dói não é confortável. Prazeroso é o resultado que vem desse trabalho

Exemplo: malhar e ter um corpo torneado, escrever uma monografia e se formar, reatar uma amizade perdida,retomar metas que foram deixadas pelo caminho, abandonar vícios.

Não sei que tipo de inverno você esteja atravessando na sua vida, mas quero encorajá-lo(a) a perguntar à Deus qual o propósito nesse inverno ao invés de porquê você está passando isso. Talvez Ele queira te ensinar lições preciosas que não poderiam ser realizadas de outra forma.

E saiba que toda dificuldade tem seu fim e que as flores e os frutos surgirão novamente.Porque não se preparar para ser uma árvore frondosa e frutífera?

Deixo com vocês uma citação de Napoleon Hill:

"Cada adversidade, cada fracasso , toda mágoa traz consigo a semente de um benefício igual ou maior".
 

14 comentários:

  1. nossa, ótimo post! estava precisando ler algo assim, pra me reanimar durante essa minha fase invernal! haha (:
    beijos
    PS: estava com saudade dos seus posts! (:

    ResponderExcluir
  2. Algumas pessoas simplesmente não tem estrutura emocional para aguentar certos baques, mas cada pessoa canaliza isso para um lado: uns comem demais ou de menos, sofrem, entram em depressão, matam ou morrem e outros passam "tranquilos" pelas adversidades da vida.

    Em janeiro tive uma porrada forte o suficiente para quase surtar, quase mesmo, fiquei ali, no limite da linha. Digo que não surtei por falta de coragem, mas percebi que qualquer pessoa é sujeita a isso, mas a maioria não acredita. A famosa frase: isso não acontecerá comigo.

    Após a porrada, me reestabeleci, entendi a mensagem e hoje, quase 1 ano após, estou bem, de verdade, mas nem todos são assim. Tem gente que simplesmente não tem força, por menor que possa parecer o problema aos olhos dos outros.

    Como estudante de psicologia, posso dizer que por ouvir muita coisa dos professores, além de não me surpreender com nada, também não menosprezo o sofrimento de ninguém. Aprendi a respeitar o sofrimento do outro.

    ResponderExcluir
  3. Oiii

    confesso que antes eu também nao era muito fan do inverno, nao. Mas aprendi que essa pode ser uma excelente estacao para colocar o trabalho em dia, ler os livros que estavam pela metade, organizar aquela pasta de documentos... Enfim, usar o tempo que se tem dentro de casa, ja que nao tem muito o que fazer la fora... Para mim o inverno tem sido um tempo de aquietar e organizar, preparar para comecar tudo novo, tudo de novo...

    bjsss

    ResponderExcluir
  4. Interessante.... nunca tinha visto por esses "3 lados".
    Eu odeio fracassar, desanima bastante.... mas penso que é a melhor forma de nos forçar a mudar, a mudar a situação e ir em busca de algo melhor. Pois se estamos na zona de conforto....mudar pra que??? bjss

    ResponderExcluir
  5. Eita que post poderoso Gi! Deus sempre tem um objetivo muito melhor do que nossos simples desejos, mas somos postos a prova e aceitando o inverno da alma como vc citou e orando muito chega a primavera.... Ah... E como chega! :-) beijos e feliz 2013 cheio de realizacoes!

    ResponderExcluir
  6. Oi Gi tava com saudade dos seus posts motivadores que tanto me fazem pensar... feliz 2013 que seja um ano de bencaos !!! bjin

    ResponderExcluir
  7. Ou, para que uma ostra possa produzir uma pérola, é preciso que trabalhe a impureza que a machuca.
    Ou, parafraseando o querido Pequeno Príncipe: É preciso suportar algumas lagartas, se quero conhecer as borboletas!
    O conforto não nos leva a lugar nenhum. O conforto é um lugar para onde voltamos quando precisamos descansar, acalmar, retomar forças, para voltar a lutar. Mas não podemos permanecer nele, ou estancamos.
    Um abraço e ótima virada do ano!!!

    ResponderExcluir
  8. Bom texto. Excelente convite à reflexão, tem sempre alguém atravessando um inverno brabo.

    :)

    ResponderExcluir
  9. Gostei bastante do texto, otimo para refletir.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Nossa nunca parei ao certo para pensar nisso que vc escreveu. Adorei o texto, adorei aqui, já te sigo.
    Bjusss

    ResponderExcluir
  11. Paulistana na Califórnia29 de dezembro de 2012 23:11

    Gi... sei bem o que é isto, porque passei por um longo inverno na minha vida. Na verdade estou vendo agora as primeiras flores da primavera chegando e sei que se eu não tivesse passado por todas as dificuldades e frio que passei, talvez agora não saberia aproveitar este momento.
    Passar por dificuldades de diversos graus e tipos me tornou uma pessoa mais misericordiosa com os outros. Porque apontar o dedo é fácil, criticar é fácil, julgar é fácil quando você está na sua zona de conforto, na sua bolha.
    Sei que é praticamente impossível agradecer a Deus pelas lutas que passamos, mas eu sou grata por tudo o que aconteceu na minha vida, tanto bom quanto ruim, porque me fizeram uma pessoa melhor. E trouxe Deus pra muito, muito mais perto de mim.
    Posso dizer até que antes eu o conhecia de ouvir falar, de ler, mas agora eu O conheço porque Ele caminhou ali, lado a lado comigo.
    Que Deus te abençoe muito!

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro o inverno. alias, eu gosto de todas as estacoes, porque cada uma tem sua magia, sua beleza...
    Eu gosto do frio, gosto dos dias mais introspectivos. Eh um bom momento para uma auto analise. Buscar em Deus.
    Feliz 2013!

    ResponderExcluir
  13. O inverno vem para todos. Na vida tem mesmo estacões dificeis, mas eu acho que é agradecer por todas as tribulacões, mesmo que elas sejam dificeis de encarar. Com certeza os invernos da vida nos amadurecem e nos fazem crescer espeiritualmente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Demorei a ler esse post pq achei que era realmente sobre o inverno (burrinha, né?), mas é mais I'm dia seus posts estimulantes.
    Não some mais não, viu!?!

    Feliz 2013!!! Espero que tenhamos força pra enfrentar os invernos que virão pela frente.

    Beijao

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...