sábado, 18 de maio de 2013

A vida não é filme, você não entendeu....

FONTE/SOURCE : GOOGLE




Eu gosto de filmes de ação, de romance, comédia e por aí vai.Existem alguns deles que eu simplesmente detestei.Uns achei que simplesmente tinha jogado dinheiro fora por alugar ou até ter conferido no cinema. Agora, quando vc assiste o filme de graça e destesta e acha que perdeu 2 horas, aí que você se dá conta que o fime é super ruim meeeesmoooo! Um desses filmes foi o Revolutionary Road, com Leo DiCaprio e Kate Winslet. Achei a cara da depressão.

Eu não me vejo assistindo outra vez.
Eu não me vejo comprando o dvd.
Não me vejo presenteando alguém com esse filme. 
Não tenho interesse de contar o final do filme a seu ninguém.
Eu não me vejo interessada pelos bastidores/behind the scenes do mesmo.

O que é normal,right? Então essa semana andei pensando: Porque nós seres humanos temos a tendência de reproduzir os fatos, cenas de acontecimentos que são tão ruins quanto os filmes que detestamos? Se a gente não assiste o mesmo filme 2x, porque continuar insistindo com coisas que em nada nos inspiram, nos desafiam, nos colocam mais perto dos nossos alvos?

Porque você perde tempo falando de pessoas que apenas te fizeram mal enquanto tem tanta gente que daria tudo para ser unha e carne contigo e que tu não dá valor?

Já parou para pensar? A vida não precisa ser esse filme ruim que você não gostou.Entenda! Existem certas cenas que podem ser deletadas.Elas podem ter sido parte do seu passado mas não precisam ser parte do seu presente ou futuro.Afinal, quantas vezes é necessário assistir um filme ruim para saber que ele não vale o ingresso que você pagou ou as horas que você gastou vendo aquilo? 

Lembre-se, você é o diretor da sua vida.Você pode adicionar a trilha sonora que quiser, o casting que quiser, os lugares, lembranças que tiver vontade.Seu filme pode ser cheio de cores vibrantes, linda fotografia e um grande desfecho.

E o final? Você escolhe, você decide.

Tá esperando o quê? Viva uma virada de supreender! H-O-J-E!

A vida agradece.

FONTE/SOURCE:GOOGLE





22 comentários:

  1. Oi Gi, que saudade dos seus posts, eu adoro eles, pois sempre tem uma mensagem tão bom que faz a gente refletir!
    e você tem toda razão, não tem motivo pra gente ficar 'preso' à coisas que não nos fazem bem, se a mudança está ao nosso alcance!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Isso é uma verdade, só se vive um vez. Mas, mesmo um filme bom tem suas cenas lamentáveis... A vida é feita de todas as cenas, vc pode até repetir a cena, porém pode mudar como ela vai terminar...

    Kisu!

    ResponderExcluir
  3. Adorei o posto. Concordo plenamente com o teu ponto de vista Gisley. Eu alias, vejo que e muito mais coerente ser o diretor do que o ator principal ;-) Have a nice weekend. xxx

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente contigo Gi. Eu tinha uma amiga aqui daquelas que faziamos tudo juntas tipo BFF mas uas coisas aconteceram e eu cortei a amizade de mais de 5 anos. Essa semana uma amiga em comum me perguntou o porque e eu tentei lembrar mas nao conseguia, dai fiquei matutando e lembrei de coisas pequenas que aconteceram e viraram uma bola de neve mas quando me perguntaram eu so tinha coisas boas pra falar dela. Minha memoria seletiva trabalha assim, prefere se apegar a coisas boas do que remoer as ruim.

    Beijao

    ResponderExcluir
  5. Essa é uma boa questão!!! Por que a gente repete tanta coisa de ruim na nossa vida?
    Comigo tb acontece, principalmente situações que me dão a maior sensação de tempo perdido.
    Mas não é tão fácil assim, principalmente na relação com o(s) outro(s). A gente pode ser o "mestre" das nossas vidas, mas não podemos dirigir o "filme das nossas vidas" como um diretor "dirige" os atores do seu filme. Sem contar as pessoas que não aceitam fazer parte do casting!!! A menos essa é a minha opinião.

    ResponderExcluir
  6. Tens toda a razão... temos mesmo tendência para repetir as "cenas" que não gostamos de ver em filmes... Não sei porque será...

    Bjxxx

    ResponderExcluir
  7. Tento ao máximo desviar do que me faz mal, mas tem vezes que o embate é imprevisível e quando vemos já estamos no meio de tudo que já nos é conhecido, daí mais uma etapa a ser vencida e deletada. O foco deve ser sempre o melhor de fato!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. A gente eh meio papagaio mesmo na hora de viver a vida... a vida eh como um filme com cenas boas e ruins, temos que vive-las todas, e nos temos um certo poder de interferir no que diz respeito a nossa visao de mundo, a nossa visao do que esta acontecendo, nos podemos ser guiados pelo pessimismo e falta de esperanca, ou podemos ser guiados pelo otimismo e esperanca de que Deus eh por nos e esta conosco para nos ajudar a enfrentar as cenas dramaticas e de horror que passamos! Deus eh o autor da nossa vida, Ele que fez nosso filme e Ele ja sabe o final, e se somos filhos Dele, podemos confiar que o final sera glorioso, seja vivendo uma vida linda, livre, cheia de flores, ou seja vivendo uma vida de perseguicao e tortura pelo nome do nosso Senhor, o fim do cristao eh o mesmo, a gloria de Deus!!!

    ResponderExcluir
  9. MARAVILHOSO!!! Essa foi pra mim, né Gi?! Tenho andado na luta contra lembrança e pessoas que me fizeram um mal danado.. Quero tanto sair, esquecer.. Mas acabo lembrando e aquela angustia volta.. E doi de novo!
    Vc tem razão..A gente consegue mudar isso, né?!
    Obrigada Obrigada Obrigada!
    Bju enorme!
    Joanna

    http://amourecafune.blogspot.fr/ (Ma Petite Lima)

    ResponderExcluir
  10. Esse filme é ruim mesmo. Também achei péssimo, supr depressivo e sem uma história que te prenda....
    Você tem toda razão em relação a correr atrás da vida, sair do conforto e procurar a felicidade... to tentando!!!!

    ResponderExcluir
  11. O pq eu não sei responder bem. Pq somos pecadores, somos falhos, pq damos atencao a coisa desnecessarias ao invés de coisas boas!
    Não assisti o filme, então obrigada por me avisar que a história é péssima, nem me darei o trabalho de alugar.

    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Muito bem colocado... Acho que essa devia ser a primeira frase ensinada, principalmente para as mulheres, assim a gente crescia considerando que temos a opcao de nao insistir num erro conhecido!

    Eu acho que isso é o tal do ciclo da auto sabotagem... Que em níveis diversos, todo mundo tem um pouco... Enfim, assunto para se pensar e prestar atencao!

    Gostei do post!
    Se tiver tempo e interesse, me blog é o wiewerwas.blogspot.de

    Bjocas!

    ResponderExcluir
  13. ai o filme eu não vi mas ando mesmo precisando dar uma revirada na minha vida acho que o MIguel vem pra isso, espero aprender a tempo :) bjs

    ResponderExcluir
  14. Gi.... há quanto tempo, muié! Tudo bem?
    Adoro quando vc escreve post cheio de inspiração e motivação. Em tudo o que vc escreveu eu concordo em gênero, número e grau. Adorei o post de hoje! bjos
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá, querida Gisley
    Concordo que Deus delete para nós tudo o que não nos convém... ainda bem!!!
    Viver no presente é uma grande graça...
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  16. Muito linda esse teu post Gisley, delicia poder dar-nos conta e fazer tudo novo a cada dia! Nos reinventar, fazer tudo melhor e mais lindo e dessa vez, com muito mais sabedoria. Beijos e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  17. Adoro essas suas analogias...sempre nos fazendo refletir! Fique com Deus! bjs

    ResponderExcluir
  18. Esse post tá perfeito! Amei!!!:)

    ResponderExcluir
  19. Gi, tudo bem?

    Pois eu dou apenas 10 minutos para que o filme me convenca que eu deva continuar a assistí-lo. Meu esposo diz que acha isso incrivel em mim. Se o filme nao for bom nos primeiros 10 minutos, esquece.

    Bjos

    ResponderExcluir
  20. Gostei muito. Compartilhei no meu face. Posso?

    ResponderExcluir
  21. Sim Amélia, fique a vontade querida :)!

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...