terça-feira, 12 de maio de 2009

Para que serve o casamento?

Ola pessoas.


Sei que nao tenho escrito muito sobre mim ultimamente, mas sempre que vejo algo interessante, gosto e acho legal compartilhar aqui no blog !!


Texto e longuinho mas vale muito a pena ler :)




~~~~




Para Que Serve o Casamento?







Você já se perguntou alguma vez sobre os objetivos do casamento? Sim, porque algum objetivo o Criador deve ter para fazer da união de dois seres uma lei da natureza. Talvez, refletindo superficialmente você responda que o objetivo do casamento é a perpetuação da espécie humana. Mas será só isso?



Na verdade, o casamento marca grande progresso na marcha evolutiva da humanidade. E, por quê? Porque Deus visa não somente a procriação, mas também a evolução moral dos seres. É assim que o casamento se constitui numa excelente oportunidade de crescimento para aqueles que sabem aproveitá-la bem.



Quando duas pessoas resolvem, de comum acordo, viver sob o mesmo teto, desde logo terão chances de melhoria individual. E a primeira delas é vencer o egoísmo. Sim, porque o que antes era "meu", agora passa a ser "nosso". Antes de casar, era o "meu" quarto, o "meu" carro, o "meu" aparelho de som, o "meu"... O "meu"... No primeiro dia de convivência mútua, deverá ser o "nosso" quarto, o "nosso" carro, o "nosso" aparelho de som, e assim por diante.



Com o passar dos dias os pares vão se conhecendo melhor, e percebem que o outro não era bem aquilo que parecia ser. Bem, nosso par tem algumas manias que desaprovamos, e que só notamos graças a convivência diária. Eis uma ótima oportunidade para aprender a dialogar e resolver conflitos como "gente grande". Depois surgem mais alguns membros para nos ajudar a treinar outras virtudes: chegam os filhos. Agora temos que dividir um pouco mais, e isso nos torna menos egoístas. Devemos dividir mais a atenção, treinar a renúncia, aprender a passar noites sem dormir, tropeçar em fraldas sujas, correr para o médico nas horas mais impróprias, perder o filme que gostaríamos de assistir... a novela... o telejornal. A cama, que antes era só minha e passou a ser nossa, agora tem mais alguém nela, disputando espaço. E não é só o espaço físico que o pimpolho reclama, ele quer nosso carinho, nossa atenção, nossa companhia, nossa proteção. E aí temos a grande oportunidade de aprender a superar o ciúme, o medo, a insegurança, o desejo de posse exclusiva sobre o nosso par, para amparar esse serzinho que chegou para ficar.



Junto com tudo isso herdamos, também, a família do nosso cônjuge, que nem sempre nos parece uma boa aquisição. Eis um grande desafio para aprender a fraternidade pura, a tolerância, o desprendimento, a amizade e outras tantas virtudes que ainda não possuímos. Ademais, para cumprir bem o papel que um dia aceitamos, unindo-nos a alguém de livre e espontânea vontade, é preciso que os dois pilares do templo chamado lar permaneçam firmes até o fim.



Quando isso não acontece está declarada a vitória do egoísmo. Está declarada a nossa falência enquanto seres que desejamos superar os limites e alcançar paragens mais felizes. Talvez você não concorde com todos esses arrazoados, no entanto, seria bom refletir sobre o assunto. Há casos de pessoas que optam por não se casar, assumindo, declaradamente seu egoísmo. Com certeza irão responder perante a própria consciência e a consciência cósmica pela decisão tomada. Considerando que nem todos nascem com o compromisso de se casar, obviamente estamos falando daqueles que tinham assumido esse compromisso, antes de renascer.




Aquele que se casa e promete conviver bem com seu par e com os filhos que Deus lhes envia, mas abandona o barco ao menor indício de tempestade, certamente será responsável pelos destinos daqueles que abandona à própria sorte. Isso será, fatalmente, sementeira de amargura num futuro próximo ao distante, cuja colheita será obrigatória. Por todas essas razões, vale a pena pensar ou repensar os nobres objetivos que a divina sabedoria estabeleceu com a união de dois seres. Vale a pena refletir sobre o que queremos para nós. Refletir sobre as forças internas que devem nos elevar acima dessa miséria moral chamada egoísmo. Ou será que vamos "jogar a toalha", numa demonstração tácita de derrota para esse monstro cruel? Pense nisso! Pense agora! E decida-se pelo amor.

5 comentários:

  1. Por motivos óbvios, gostei muito do texto, Gi! ;)

    Estou constantemente refletindo sobre o tema (casamento)... Pelos meus posts meio desesperados com relação aos preparativos da festa, pode até parecer que não, mas o meu foco é o depois, o lar, o "pra sempre"...

    Antes de decidir casar, marcar a data e tudo o mais, eu sempre tive muito medo de dar esse passo (tão egoísta como sempre fui), mas o amor converte e eleva a gente...

    "É só o amor... que conhece o que é verdade!"

    Não é assim?! Hehehehehe...

    Beijinho!

    ResponderExcluir
  2. Embora a responsabilidade perante a Deus e ao nosso conjuge seja enorrrrme. Casar continua sendo a melhor coisa do mundo. Justamente pq deixamos pra trás todo esse egoísmo que nos consome e passamos a tentar dividir espaco, sentimentos e vida de modo geral com alguém.
    Mas Gisley, acho que algumas pessoas não casam pq são eunucos, obvio que existem alguns covardes, mas eu acredito que alguns não tenham interesse em casar, mas servir ao Senhor como Paulo fez, vc não acha?

    Muito, muito bom o texto. Muito sábio!!!
    Menina você é excelente com as letras, viu? Admiravel seu talento, não deixe isso morrer dentro de você!!!!


    Bjinhos.

    ResponderExcluir
  3. Oiii Gi gostei muito do artigo que postas-te! Obrigada por compartilhares comigo e com todos nós aqui do blog! Realmente o AMOR é o melhor caminho a seguir! O que acontece é que muitas vezes confundimos as nossas paixões (desejos por satisfação pessoal) com o verdadeiro amor que vem de Deus! Mas a Bíblia ensina-nos como esse amor deve ser (1Coríntios 13). Então, precisamos a cada dia buscar esse amor e praticar esse amor :)

    Deus te abençoe irmã!! =)
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  4. casamos Porque precisamos de uma testemunha pra nossa vida. Há um bilhão de pessoas na Terra. E que importância tem a vida de cada uma? No casamento você promete se importar com tudo, as coisas boas, as coisas ruins... Tudo, o tempo todo. Todos os dias. Então dizemos: 'Sua vida não passará despercebida, porque tera alguem lá para notar. Sua vida não ficará sem testemunhas.

    beijos

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...