segunda-feira, 2 de maio de 2011

Amar é um verbo


hearts Pictures, Images and Photos
FONTE: PHOTOBUCKET




Cantado e entoado nas cerimônias de casamento, ou em hit ballads( que são aquelas músicas românticas que marcaram um certo ano ou década), o amor se faz presente e ganha  destaque no dia 14 de fevereiro e no dia 12 de junho(Brasil). Mas por que eles fazem isso com ele? Porque o engessam assim? Porque todos cantam jogando as mãos pra cima e se envolvem ao declararem na letra do poeta que "é preciso amar as pessoas como se não houvessem amanhã" quando o que se vê no dia-a-dia é um amar definido apenas como um verbo no infinitivo ou de primeira conjugação?

Aqui eu vou dá ênfase mais as pessoas que estão noivas ou casadas. Você se lembra do primeiro beijo? Do primeiro encontro? Das horas que antecederam aquele momento? Do dia em que ele foi marcado? Do frenesi de saber o que iria usar, se ele iria gostar de você? E ele da mesma forma, tendo frenesi masculino... Você se lembra dá época de se conhecer? As horas gastas, muitos telefonemas, coisinhas fofas feitas um pelo outro só pq vc se importava com ele(a), só pq vc queria que ele(a) soubesse o quanto vc o(a) admirava, gostava da sua compania, etc?

Se no namoro as pessoas faziam tudo para agradar, para ter atenção dela(e), só para demonstrar o seu bem querer, no noivado ou casamento elas precisam de um motivo muito bom para fazer algo especial...Saiu a preocupação com o bem- estar dela(e), e agora entra a preocupação com o seu bem-estar, com o seu trabalho, com a meta que vc tem que bater, com o projeto que vc tem que entregar, artigo daquela pesquisa, aquela sua amiga que é sempre birrenta, ou aquele amigo que só se lembra de ti macho, quando ele está na merda, é aquela promoção, é aquela liquidação, são as atividades das crianças e aos poucos vcs vão se separando. E o amar que é bom, nada...Os torpedos trocados com frases de amor agora são apenas lembretes do que têm que ser feito no final do dia: o mercantil, ou pagar uma conta, pegar uma encomenda, conferir se aquele e-mail foi mandado pra fulando, se silcrano foi contactado, etc. Agora vocês comem o que querem e se as calças apertarem é só comprar um número maior, não é mesmo? Comer direito e academia/exercício pra quê? Se ele(a) me ama, vai me aceitar do jeito que eu sou! ( Dizem!)

ABRE PARÊNTESE:

 MAS QUERIDINHA(O), O JEITO QUE TU ERA NÃO ERA ASSIM FRIGOBAR, SE LEMBRA?

SE NÃO CONQUISTOU/ATRAIU ESSE(A) HOMEM(MULHER) COM ESSE CORPO PQ ACHA QUE VAI MANTÊ-LO(A) COM ELE? VAMO ACORDAR?

MULHERES, VAMOS ACABAR COM A FALSA MODÉSTIA? OS HOMENS DA TV QUE VCS ACHAM BONITOS NÃO É PQ ELES TÊM UM BOM CORAÇÃO E CARÁTER NÃO, É PQ SÃO BONITOS E SE CUIDAM, SÃO ATRAENTES.(Pronto falei!)  

Porque vc não abre o jogo com o seu marido? Porque vc não diz que quer que ele se cuide pra vc? Porque é superficial da sua parte? Quem disse? Todo mundo sabe que homem não gosta de mulher gorda, mas vc tem que está satisfeita com um homem gordo pq ele tem um bom coração? Querida, nem gay gosta de homem gordo! Não tem bom coração que te cegue daquela pancinha de cerveja ou de falta de exercício.

FECHA PARÊNTESE


O que eu tenho visto por aqui ( Jacksonville,FL) eles têm muito aquela visão de que namorar o(a) esposo(a) é aquela coisa que vc faz uma vez na semana, sair pra jantar e assistir um cinema. Mas quem disse que tem que ser só assim? E a diária como é que fica? Entendo que as pessoas não têm tempo de se dedicarem como no namoro pois muitas trabalham, estudam, têm filhos, mas algo precisa ser nutrido, regado...E depois não sabemos porque o relacionamento caiu na monotonia, porque as brigas são mais freqüentes e o diálogo doce mais escasso. Porque você parou de demonstrar amor nas pequenas coisas. São sempre elas, as pequeníssimas coisas. Muitos dizem: a mas você não sabe com quem eu casei, Gisley! E eu te digo:Mas você sabe com quem casou e sabe que a pessoa com a qual se casou não pode ser 100% perfeitas mas tb ninguém é 100% ruim, né meu povo?


Não espere o câncer chegar ou a desgraça chegar para saber o quanto ama a pessoa com a qual você se casou.Não espere.Pode ser que você não tenha esse luxo.E se hoje fosse o último dia que vc fosse vê-lo(a)? E se te dissessem: olha ele(a) vai morrer daqui à uma hora, mas ela(e) não sabe...O que vc gostaria de dizer para ele(a)  ou preparar para ele(a) ? Não há nada que você possa fazer para impedir.

Será que as brigas importariam? Será que as esquisitices te encomodariam? E as coisas que ele(a) não fez direito ou que ele(a) não fez?

Pra ela foi tarde demais para fazer alguma coisa ou dizer alguma coisa para que ele soubesse.Por muito tempo ela estava infeliz.Culpava ele. Era ele que não ganhava dinheiro suficiente para pagar as contas quando ela não queria mudar seus hábitos de consumo.Era por causa dele que eles não deixavam aquela igreja que ela não gostava,a culpa era dele por tantas coisas...

Um dia de final de semana , ela o esperava para vir almoçar em casa como de costume.Mas ele não veio. Passou-se tempo, mas ela pensou: é já que ele chega... Já faziam 4 hrs e nada... Foi então quando ela recebe a ligação que ele tinha sofrido uma aneurisma enquanto estava na casa dos amigos.Um dia antes ela tinha jantado com ele e conosco.Como assim ele teve uma aneurisma? Segundo os paramédicos ele já tinha caído no chão morto.Nada pode ser feito.

Aquela igreja que ela não gostava não importou naquela hora. Aquele salário que ele ganhava que não era suficiente aos olhos dela não importou naquela hora.O que importou foi cada palavra besta dita, cada momento desperdiçado com picuinha, cada discussão que não levava à nada e quanto tempo ela passou resgatando animais para o abrigo de cães enquanto poderia ter passado com ele. O "eu faço o que eu quero,pq a vida é minha e pq eu ganho mais que vc por isso não preciso fazer nada dentro de casa" não teve nenhuma relevância naquela hora.Parecia muito insignificante.Agora que ele se foi, o que era que realmente importava?

Ele não era doente.Muito pelo contrário, era uma pessoa ativa, engajada na pesca e na caça, bom cidadão da sua comunidade.Servia na igreja, mas a morte bateu na porta assim de repente e levou sem avisar.

Queridos, essa mulher é a minha sogra.Não falo isso para difamá-la,mas falo isso como caso real que aconteceu na nossa família.Assim como ela, eu e você não pensamos na morte,mesmo sabendo ela pode chegar a bater na porta das nossas famílias a qualquer momento.

Ela(minha sogra) jamais considerou que depois de 35 anos de casamento teria que dormir sozinha ou voltar para aquela casa sozinha.Ela nunca pensou que em 2 de julho de 2009, num dia de verão, ela nunca mais veria aquele homem abrindo a porta daquela casa, mas foi justamente isso que aconteceu.Eles construíram uma vida, uma família, sonhos e planos ali.

ABRE PARÊNTESE:
Eu jamais pensei que nunca mais veria meu sogro outra vez, afinal foi por causa dele que o Mateus veio bater no Brasil atrás de mim.Foi ele quem sempre apoiou o nosso relacionamento e disse que a nossa música era "Right Here Waiting" do Richard Marx...
FECHA PARÊNTESE

E a culpa que a corroeu por tanto tempo? Agora ela já está namorando de novo, me pergunta se ela perde tempo com picuinha, com discussão, com salário, com cachorros e gatos,outras futilidades, e ser feminista? Perde é m... pq ela sabe o que ela perdeu e não quer cometer o mesmo erro de novo.

Bom meus queridos, essa é a minha história para vcs. A morte não avisa quando vai bater à porta, ela simplesmente leva o seu ente querido e te deixa com a alma vazia.

Amar é um verbo. Verbo que indica ação. Já pensou como você o conjugará para o(a)  seu(ua)  esposo(a) hoje?

Talvez seja uma maquiagem no rosto ou fazer o cabelo mesmo que vá ficar em casa.

Talvez seja trazer flores pra ela.

Talvez seja um bilhetinho ou um chocolate que ele gosta. Talvez seja o prato preferido dela.

Talvez seja reconhecer o quanto ele te ajuda em casa.

Talvez seja levar ela pro shopping e não reclamar.

Talvez seja aquele beijo molhado e roubado que há muito tempo vc não dá nela.

Talvez seja aquela lingerie...

Talvez seja dançar coladinho a música preferida de vocês.


Qualquer coisa que seja,
   faça hoje e faça rápido,
    pq o amor não tem tempo pra perder.

21 comentários:

  1. Oi Gy... tenho certeza de que esse post será um tapa na cara pra muita gente! É uma pena que a gente só perceba o real valor da presença e da pessoa quando ela já não está mais com a gente! é complicado, mas sempre tento demonstrar meu carinho, afeto e amor para com as pessoas que me rodeiam... bjos
    ich, Hausfrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que post Lindo Gi. Eh a pura verdade mesmo. Infelizmente damos valor a certas coisas e pessoas depois que elas morrem ou a perdemos de qualquer outra maneira. Engracado eh que quando estao juntos dao valor ao futil e nao um ao outro. Eu conheco muitos assim. E confesso tem epocas que eu recebo um "acorda aih Nani" da minha propria vida. Quando eu tava no Brasil passando por aquela agonia de cirurgias e recuperacoes nada boas, eu cheguei a pensar que ia morrer pior longe do Bryan. Quando fui pro brasil naquela epoca (sem saber que ia fazer as cirurgias) eu fui pra passar duas semanas e ficar um tempo longe de Bryan tb, pois estavamos num fase de brigar muito. E eu sabia que indo pra longe eu iria sentir falta dele, das brigas e de tudo pois o amo, e ficar longe as vezes nos faz "realize" o quanto amamos e sentimos falta de uma pessoa. Ai quando eu pensei que ia morrer, pronto, aih nao teve jeito. Nada de errado que ele jah fez ou fazia importava, eu queria estar perto dele, rezava pra poder conseguir passar por aquilo tudo e voltar pra junto do meu marido e poder envelhecer com ele.

    Digo que as vezes a rotina faz com que a gente se acomode, mas temos sim que nos dar um cutucao de vez enquando e agir.

    Adorei este post.

    ResponderExcluir
  3. Lindo post, realmente me emocionei.
    É a pura verdade, as vezes não cuidamos de quem amamos, a começar de nós mesmas. É preciso ser amável e saber amar nas pequenas coisas.
    Adoro ler seus posts são muito interessantes e verdadeiros.

    bjos

    ResponderExcluir
  4. Gisley que experência ótima para compartilhar conosco. No início do relacionamento é fácil manter a doçura, o romantismo, mas com o tempo o bicho pega né?! A vida é muito curta, e a morte pode chegar a cada momento, por isso é importante gastar tempo com o que é fundamental, com o que faz valer a pena, e como voce bem colocou amar é um verbo e exige ação.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. É bem isso mesmo,Gisley...faz tudo antes, depois não adianta mais.Tudo que precisa ser falado,admirado, amado é agora.Nunca mais dormi sem dizer uma palavra carinhosa, um beijo, um abraço apertado, pois não sei o que acontecerá...Paz e bem

    ResponderExcluir
  6. Viche Gi, o post foi encomendado -=taylor made=- pra mim. Vou preparar um jantarzinho pro meu Bem e conjugar o verbo amar certinho ;)
    Bjs querida

    ResponderExcluir
  7. Que post lindo!
    Espero que sua sogra aproveite de agora em diante e não guarde só para ela.
    Na verdade tento viver minha vida dessa maneira, alem de evitar arrependimentos futuros me deixa mais leve (e feliz) compartilhar sentimento bom. :)

    beijooo

    ResponderExcluir
  8. Já aprendi muito com meus erros e continuo aprendendo. Tento sempre aprender com os erros dos outros também e fazer tudo diferente.Pena que nem todo mundo aprende, continua sempre repetindo os mesmos erros, como se estivesse num ciclo sem fim. É triste :/. Ainda bem que sua sogra entendeu e hoje faz tudo diferente, isso é bom :)

    bjss

    ResponderExcluir
  9. Gisley,
    Adorei o seu post! Seu blog sempre tras algo para reflexao (que eu adoro muito). Eu sei bem o que e ter alguem muito amado e querido hoje e amanha nao ter mais (meu pai, 2005) e sei o quanto me faz falta! Hoje, ontem e amanha, sei valorizar a conjugacao da palavra AMOR, descobri que nao e preciso perder alguem para saber o verdadeiro sentido da palavra Amor.

    ResponderExcluir
  10. Poxa Gi, amei o que voce escreveu, lindo!!!

    ResponderExcluir
  11. Lindo, lindo post!
    Passei 26 anos vendo o amor dos meus avos, um amor que se renovava a cada manha quando meu avo levava o cafe com leite quentinho pra sua amada e a cada noite quando ia pra cama mais cedo que ela e ela dizia "Boa noite, durma com Deus meu amor".
    Todos os dias me apaixono por meu querido, hoje mesmo eu estava no carro e ele fora, ele sorriu e senti meu coração se enchendo de alegria, era como a primeira vez, lá estava o meu lindo, sorrindo pra mim!
    Dias ruins todos temos, mas são os dias bons que prevalecem e por mais jovens que sejamos, não há tempo a perder.

    Beijocas querida e obrigada por nos lembrar disso!

    ResponderExcluir
  12. Uma vez li em um artigo daqueles bem batidos que o homem éescolhe" uma mulher pelo que ela é, imaginando que ela vai sempre ser assim... Mas ela muda!!! Já a mulher, "escolhe" um homem pelo que ela acha que ele poderia vir a ser... esperando uma mudança ( a mulher sempre acha que vai mudar o homem!), mas ele não muda!!! hahah Sempre acreditei nisso e de uma forma geral acho que é assim mesmo!!!hahaha

    ResponderExcluir
  13. Amar amar assim perdidmente e seres alma e sangue e vida em mim e dize-lo cantando a toda a gente. Florbela Espanca uma mulher que amou e amou.
    obrigada pelas tuas palavras lá no meu pardieiro minha querida amiga baixinha mas que sabe caçar de tao longe tao longe
    kis :)

    ResponderExcluir
  14. Lindo Post Gi, buenas suerte pra sua sogra em, que ela tenha aprendido e com nós possamos aprender com a historia dela né... bjos

    ResponderExcluir
  15. Lindo! Muito lindo!!

    Verdade verdadeira!!!

    Li de um fôlego só, e até me emocionei.

    Fique bem menina Gisley. Fique com Deus.

    Beijoooo

    Cid@

    ResponderExcluir
  16. isso eh que eh um lembrete bom. brigada, muie!

    ResponderExcluir
  17. Oi Gisley!!!!!
    Tudo bem por aí minha linda??
    Nossa, por aqui estamos bem. Já estamos em Campo Grande - MS e tenho muitas novidades, mas como ainda estamos com uma internet muito lenta (discada), não consigo nem fazer meus posts (demora uma eternidade para carregar uma fotinho) e acabo desistindo. rs

    Olha só, adorei seus pontos de vista aqui neste post. Eu mesma sempre me atento a esta questão do "namorar" depois de casados.

    Vivo falando pro meu marido que devemos viver sempre como no início: não podemos deixar de fazer carinho um no outro, andar de mãos dadas, respeitar os pontos de vista de cada um, nunca nos ofender numa discussão, etc.... Não podemos mesmo nos descuidar dessas coisas.... É uma vigilância constante.

    Voce está certíssima!!

    Um beijo querida!!

    ResponderExcluir
  18. Sem palavras Gi, falou tudo, muito bom o post!!

    beijocas e obrigado por tocar esses assuntos que nos fazem acordar pra realidade.

    ResponderExcluir
  19. OI Gi, que post lindo, verdadeiro e um "chacualão " pra muita gente.
    As vezes eu reclamo que tenho mutia coisa pra fazer, mas a gente precisa saber dosar, saber até onde vai, pra poder cuidar da casa, do estudo, do marido, dos filhos, e principalmente do amor, e do amor próprio também. bjuss

    ResponderExcluir
  20. Ai... chorei! :/ Essa minha TPM dessa vez veio me trazendo vontade de chorar por quase tudo... Mas tudo isso que você falou é a pura verdade... é sempre bom ser lembrado disso. Às vezes a gente foca tanto nas coisas práticas da vida, em como resolver milhões de problemas do dia-a-dia que as coisas pequenas (e que relamente importam) vão ficando em segundo plano... Tem que cuidar cedo!!! (Bem cearense,hã! kkk) pra depois não ter que cantar "always on my mind"...

    Maybe I didn't treat you quite as good as I should have, maybe I didn't love you quite as often as could have, little things I should have said and done, I just never took the time. You were always on my mind... Maybe I didn't hold you all those lonely times,and I guess I never told you I'm so happy that you're mine...

    ResponderExcluir
  21. Amar é um verbo mesmo! E principalmente em relações mais longas, ele deve ser conjugado diariamente (ou quase porque a vida é corrida).

    Sim, porque o importante não é aquele presente caro no dia dos namorados, etc e sim as pequenas atenções do dia-a-dia. Um beijo inesperado, um abraço, uma mensagem no celular no meio da tarde, a disposião não apenas para falar (e nós mulheres somos boas nisso) mas também pra ouvir, aprender a não guardar mágoas e conversar logo quando algo nos incomoda...

    Enfim, coisas pequenas que fazem toda a diferença. Porque sim, amar é um verbo então se você ama alguém, demonstre!

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...