segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Episódio de hoje: o livro

Todos os domingos estamos "abrindo as portas" da igreja.

Devido à um compromisso de ministério que meu esposo tem pelas manhãs, sempre trago um livro para me entreter enquanto ele está em reunião. Daí vem aquele diálogo: 

M: "Necessary Endings"[nome do livro que estou lendo]. Nossa, eles vão pensar: será que o Mateus e a Gisley estão se divorciando?

G[toda romântica]: Só me divorcio de você caso eu ou você passe dessa pra melhor. 

M[ com aquele humor americano seco que estraga qualquer romance]: Ou se eu te trair, mas aí tu me mata né? 

[ bom ele sabe que não tem essa de "vamos salvar casamento" comigo!Na minha opinião a pessoa tem que salvar antes da besteira acontecer e não depois!]

G[ DRAGÃO DO AVATAR MODE: ON, MAS SORRINDO!] : Eu corto tuas coisas e te mato. 

M: Ai, prefiro que tu me mate então! 

G[ sorrindo] : Nãããão...Por que tu acha que eu vou te capar primeiro? 

Ele apenas sorriu nervoso... 

Mas eu sei a resposta da minha própria pergunta : por que morrer sem sofrer não tem graça!

FONTE/SOURCE: GETTYIMAGES.COM

21 comentários:

  1. hehehe, não teria graça ir direto para o ato final né!
    bjo
    Ich, Hausfrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir
  2. é isso aí, penso do mesmo jeito, nao dá mole nao, rs, bjs.

    ResponderExcluir
  3. Ahhahaha!!! Essa é das minhas!

    Ai Gisley tu és uma piada! O mais engraçado
    é que o Mateus sabe logo como o negócio funciona
    contigo, né. Rsrrs

    Eu já avisei o meu digníssimo tbm.
    Deslizou - capou! AHhaha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. ah querida, nao faz isso nao!! Cola a maozinha dele nas "coisas"com superbonder e deixa ele vivinho pra descolar...

    ResponderExcluir
  5. O melhor de tudo é dar a lição com muito bom humor...rs Tapa com luva de pelica!!!
    Ah eu terminei o livro já, terminei ontem, muito bom... está me fazendo refletir bastante. E Lembrei de um outro livro que li há alguns anos: Perdas necessárias. bjs

    ResponderExcluir
  6. hahahahahahahahaha
    Adoreiiiii, bom humor é tudo!!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Aff, Gisley, até eu fiquei com medo! huahuahuaa!!!

    ResponderExcluir
  8. Pegue a peixeira Gisley, hahahaha.. que medo de você :-). Bjss

    ResponderExcluir
  9. rs vai com calma, Gis :P
    Mas, essa do humor sarcástico do americano é bem típico mesmo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Ahahaha, mto bem! Eu concordo que consertar não tem muito como não. Tem é que cuidar pra não quebrar... depois tá feito!
    Mas eu não corto nada não. Mas tb saio da relação sem dar um adeus, uma palavra. Vc é faca na bota Gy, kkkk, é bom ele saber bem mesmo onde "pisa".
    Bjocas.

    ResponderExcluir
  11. Hahahaha....wow ate eu fiquei com medo de voce agora...rs.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Killer mode: on!
    Concordo contigo Gigi, temos que ponderar antes de tomar a decisão, not afterwards...
    Bjão linda!
    Márcia

    ResponderExcluir
  13. menina, agora que me dei conta. triste ter que abrir as portas da igreja... igreja pra mim tem aquela aura romantica de portas sempre abertas e padres/pastores sempre disponiveis para ajudar a ovelha desgarrada

    ResponderExcluir
  14. Hehehehe... Gisley, ri demais com seu post!! ...
    Parece aqui em casa! hehehehe ...
    As vezes temos algumas conversas assim, e sempre acaba do mesmo jeito que acabou a sua! kkkkkkkkkkkkkk

    Posso dizer, que eu, particularmente, me divirto com esses momento botado panico! hehehe ... Quando eu falo essas coisas pro meu marido, ele acredita ... é um barato ver a cara dele! hehhehehe

    Beijão!

    ResponderExcluir
  15. Que mórbido Gi, rs.

    Vc me fez lembrar a nova serie das Brasileiras que está passando no Brasil e eu a assisti completa no You tube. Vou te deixar aqui o link da 2° parte:

    http://www.youtube.com/watch?v=VKRd-ydwpKQ&feature=related


    Bjao

    ResponderExcluir
  16. Olááá... falando de igreja e evangélicos (acabei de responder ao questionáriozinho ao lado) ontem fui a um show de um conhecido que toca com uma banda evangélica. Estava legal, bem profissional e animado.Eles são daquela Igreja Bola de Neve, então a música era bem punk, hiphop , gente vestida com roupas de skatistas ou surfistas e gritando"jesus é o senhor".

    Para mim foi um pouco constrangedor em alguns momentos, pois quando paravam para falar com a platéia, gritar em nome de Deus que só deus salva e que todos os outros perdem a chance de serem completos e felizes... eu me senti mal. Sou bruxa, e sou completa e feliz assim. Fui prestigiar seu show e quero ser recebida com respeito. Acho que eles fazem um trabalho bonito, mas quando conversam comigo não me deixam ser quem eu sou, querem me mudar. :(

    E eu acho que somos todos diferentes, então podemos ter "verdades diferentes" também...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nadja,agradeço por participar da pesquisa. Infelismente não posso responder pelo Bola de Neve pois não conheço o que eles defendem como fé e prática.

      Agora o que já ouvi de muitas pessoas [que não compartilham a mesma fé com a minha] foi ver que vários dos amigos deles dito evangélicos faziam tudo o que eles faziam mas no final se eles não fossem para a igreja, "eles estavam perdidos", entende?

      Por isso estou fazendo essa pesquisa, pq mesmo que uma pessoa não seja evangélica, a pessoa tem uma visão do que esperar de um evangélico.

      Nem todo mundo que professa ser uma coisa é de fato.Ser evangélico é muito mais do que dizer que foi salvo, mas infelismente as igrejas pregam que é só vc aceitar Jesus que tá tudo resolvido.Fazem da mensagem do evangelho sobre o inferno e não sobre uma vida com Cristo. O que acaba acontecendo é que tem muita gente que vem pra Jesus pra não ir pro inferno, mas não pra ter um relacionamento com ele.Por isso que a vida continua a mesma, pq a pessoa não entendeu o que de fato significa ser evangélico.

      De novo, não posso colocar Bola de Neve nessa categoria pq realmente não conheço o trabalho deles, mas acho que vc deveria conversar com o seu amigo da banda e explicar como se sentiu com o ocorrido.

      Fé não é algo que se impõe, é algo que se compartilha. Eu como evangélica tenho a incumbência de levar a palavra do Evangelho[compartilhar], mas não de converter ninguém.

      Espero que a sua próxima experiência em um show evangélico seja melhor.

      Bjs

      Excluir
  17. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Gisley, vc eh das minhas... Sempre me divirto com seus episodios...

    ResponderExcluir
  18. kkkkkkkkkkkkkk...morri de rir, Gi...com certeza, meu bem...tem que pensar antes!!! vc é das minhas!!! beijos!

    ResponderExcluir
  19. hehehe, humor americano...bem semelhante aos dos britânicos! Acho que no fundo eu diria isso tmb pro meu hahaha Bjos

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...