quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Das coisas que a gente não escolhe

FONTE/SOURCE: GOOGLE

Existem situações na vida das quais planejamos,esquematizamos, pensamos e analisamos de como essas coisas ganharão forma. Já em outras situações, o destino nos joga em uma missão,algo maior que nós mesmos e que nossos projetos.É onde a nossa agenda entre em colisão com um propósito maior. Em Laterna Verde, Hal Jordan(Ryan Reynolds) é um homem pra lá de aventureiro, que ama pilotar avião mas que tem medo das responsabilidades.Ele é o tipo de pessoa se joga em situações divertidas, mas a partir do momento em que as coisas vão ficando sérias, ele se amedronta, corre ou simplesmente desiste.


Conheço muitas pessoas que têm medo do compromisso e tb muitas pessoas que não terminam o que começam por causa do medo do fracasso.Elas acreditam que precisam estar no controle da situação e que se as pessoas conhecerem o verdadeiro eu delas, elas serão rejeitadas.Às vezes tem a ver com traumas emocionais ou palavras ditas que marcaram a pessoa.

A maneira com a qual lidam com medo é manter as pessoas à distância, sempre colocando uma barreira emocional entre eles e os outros, o que só reforça e evidencia mais ainda o problema.


A única maneira de vencê-lo, seja qual for a categoria, é encará-lo.Admitir que temos medo não nos faz pessoas fracas, mas negá-lo só reflete que por fora somos um herói, mas por dentro um ladrão, pq é da natureza do segundo fugir.


Às vezes o comportamento de certas pessoas da minha idade me choca, como por exemplo, a irresponsabilidade.Isso mudou quando entendi que  maturidade não tem nada a ver com idade, e sim com responsabilidade. Por isso tem gente que têm 50 anos e age como se tivesse 10 e tem gente que tem 20 e age como se tivesse 35.


É muito fácil culpar A,B,C, o governo, o país, a mãe, o pai, o estado, mas o que estamos fazendo para somar? Pra fazer diferente? Somos mais um na multidão dizendo: "não tenho nada a ver com isso" ou somos aqueles que sabem e fazem ao vivo?


Responsabilidade é parte da vida. Não dá pra ficar fugindo dela.Eu sei que existem situações na vida que a gente não escolhe, mas por causa delas descobrimos uma força e potencial que achávamos que não tínhamos dentro de nós, e isso só acontece para quem fica e persevera. 

 Confesso que o filme me surpreendeu demais.Eu achava que seria mais um filme bobinho baseado num gibi.Que nada!Laterna Verde reforça o velho ditado que as nossas ações são fruto dos nossos pensamentos e de como nos vemos.Talvez não podemos sempre controlar o ambiente que estamos inseridos, mas podemos sim controlar como reagimos e usar o que temos de bom para transformar a nossa casa, a nossa Terra em um lugar melhor.Há cada um de nós foi dado os testes da vida.Tem gente que está passando por um teste hoje e está dizendo dentro de si: "eu não consigo,tá difícil demais!"- A vida só nos apresenta missões das quais somos capazes de cumprir. A gente é que tem mania de desistir de primeira se as coisas não saírem do nosso jeito. 

Para pensar: 


Liberdade significa responsabilidade. É por isso que tanta gente tem medo dela.(George Bernard Shaw)


E vamos de trailer.



8 comentários:

  1. Giii, ó eu aqui!!!! Minha casa tá quaaaase arrumada, quase...então tirei um tempinho!! Olhe, lendo esse seu post, lembrei de uma pessoa que conheço...quase 40 anos e não assume compromisso com nada, mora com a mãe que faz todos os gostos dele e pula de relacionamento em relacionamento, como se fosse macaco pulando de árvore em árvore..um dia, meu marido me disse assim: "fulano tem é medo de se relacionar profundamente com uma pessoa...pq relacionamentos exigem coragem..." e é isso mesmo...só os fortes se relacionam profundamente.

    ResponderExcluir
  2. Gi...vou dar uma espiada neste filme...Tem muitos filmes que parece que não vamos gostar, de repente ele nos surpreende..
    Quando a gente quer mudar , mudamos!!Eu fiz isso...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Vou asisstir, brigada Gisley!! Happy Thanksgiving!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Gi!
    Num primeiro momento não seria um filme que iria me atrair, mas vc foi fundo no tema e trouxe uma perspectiva bem interessante!
    Bjim
    Márcia

    ResponderExcluir
  5. Gi, tô aqui rindo da última cena do trailler onde o amigo que está sentdo no sofá pergunta: Aonde vc vai? Ai ele responde: Vou procurar encrenca.

    Tô rindo demais, porque muitas das vezes é assim mesmo que fazemos, saimos do nosso cantinho e procuramos encrenca, rs.

    OLha, eu sempre fui muito responsável e passei grde parte da minha vida querendo que as outras pessoas ao meu redor fossem responsáveis como eu.
    Nao deu certo, é claro.
    Tive que rever minhas atitudes.

    As vezes penso que eu nao me encaixo muito neste mundo, mesmo tendo aprendido a nao ultrapassar meus limites e nem os limites dos outros. Mas a verdade é que cada vez mais estamos ficando distantes da grde maioria que nao quer nada.
    Estamos cada vez mais isolados. É meio complicado ser tao responsavel, ás vezes ser um pouquinho louca nao leva a conhecer outros horizontes. Precisamos achar o equilibrio.

    Bjao

    ResponderExcluir
  6. oi Gi... tbem não tinha vontade de assistir a esse filme, mas depois desse post eu vou assistir... tbem conheço muitas pessoas que nunca terminam o que começam e outras que fogem de suas responsabilidades... o que me irrita é que essas pessoas vivem reclamando da vida sendo que tudo acontece por contas de suas ações... se agissem diferente, talvez a vida delas tbem fosse diferente né... bjo

    ResponderExcluir
  7. Olha so...que coinscidencia Gi, semana passada meu filho queria que todos víssemos esse filme, e eu chatinha achando que seria um daqueles filmezinhos de ação nao quis...rs. Vimos outro!
    Agora fiquei aqui curiosa e arrependida!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Gi eu gosto de assistir filmes, que além de nos interter passam uma mensagem proveitosa.
    Valeu a dica vou assistir. bjus

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...