quarta-feira, 23 de junho de 2010

Tecnologia: da inovação à escravidão

Ainda me lembro da primeira edição com o barata cascuda do Arnold Schwarzenegger.O Exterminador do Futuro. E desse primeiro filme saíram tantos outros..O tema mostrou as máquinas querendo dominar a humanidade...Eu muitas vezes pensei que nunca que isso iria acontecer...Achava até exagerado..Mas será que as máquinas não dominaram o homem?

O que antes era supérfluo agora é necessário,vital para a respiração e funcionamento dos organismo.Parece exagero?- pensamos nos exemplos a seguir: O celular que tinha a função de ligar e receber, agora vem com trocentas coisas para a nossa comodidade. Ninguém te pergunta qual é o teu telefone ou teu e-mail. "Vc tem orkut? facebook? twitter? ". And boy, se vc não tiver, prepare-se pra ouvir! "Como assim você não tem um? TODO MUNDO TEM" !!!!

"E aí? falou com fulando?
Não, mas deixei uma msg no orkut dele. "

E o que falar da tal textmessage ( torpedo)? Aqui o povo é direto na txtmsg. Parece que não tem o que conversar. Vc tá numa roda e não quer falar com ninguém? Quer se isolar? Seus problemas acabaram! Just txtmsg ! O pior é que essa ferramenta que tem uma função de mandar uma resposta rápida caso vc não posso ligar, ganhou relevância tão grande que as pessoas agora dirigem e passam torpedo, elas andam e passam torpedo. Elas conversam com as outras pessoas e passam torpedo( o que eu acho uma baita de uma falta de educação). Elas estão no cinema e passam torpedo....

O torpedo tem todo e qualquer poder de parar qualquer atividade que está rolando naquele momento.Emite um senso de urgência, mesmo que seja algo bobo.

Já não se liga mais...Pra onde foram aquelas adoráveis conversas com amigas no telefone? E toda aquela empolgação de sair juntas, de ouvir a voz uma da outra, de marcar pra sair? Agora, essa informação pode ser compartilhada com outras pessoas, mesmo que elas não sejam convidadas.

Para a nossa comodidade , não precisamos mais encarar as pessoas e dizer as coisas na cara. Podemos ter uma sessão paredão através dessas tecnologias, pq assim como o nosso amigo anônimo, todo mundo pode ter os peitos de ferro, te chamar do que quiser sem ter que se indentificar, ou simplesmente pode ir em um orkut, facebook or myspace da vida e meter a língua em vc... Lógico que é colocado em códigos, mas todo mundo sabe quem é quem no jogo do bicho... e como se não bastassem as fofocas que nos rondam diariamente, agora temos outras em redes interligadas que atualizam o juicy drama em tempo real. Os segredos e mentiras aumentam e são descobertos à cada clique fuçado em perfil alheio. "Eu vi isso no orkut/facebook/myspace/twitter dele/dela."- caso vc não faça parte daquele cyberspace, alguém que está dentro da rede sempre pode te passar as informações em primeira mão. Já não se sabe quem é friend or foe de quem.


Não se iluda, não importa o quão "privado" o seu perfil pode ser, sempre haverão os ratos.Aqueles dentro da sua rede que amam passar informações da sua vida aos inimigos,não tão chegados,e até mesmo as pessoas com as quais você não faz questão de manter contato.Esses sempre estarão atualizados.Na maioria das vezes, os ratos sempre nos surpreendem.São aquelas pessoas que jamais imaginaríamos que "seriam capaz de tal coisa".


Entendo que as pessoas digam que essas ferramentas são necessárias para manter contato com pessoas que estão distante.O que "somou nesse aspecto". Acredito que o e-mail e o skype já faz isso por si só. Se elas tiverem paciência de ler, pode ser que tenham um blog. [o que a maioria não tem- a prova é tanta que tem gente que posta comentário que tem nada a ver com o post que vc escreveu.Vc sabe que ele/ela não leu até o final].O lance do blog é pq se a pessoa não tiver alma pra escrever, ela sai. Simplesmente não dá. Até pq as pessoas não tem paciência de ler pastel de vento, a não ser que sejam adolescentes.

Se um dia vc quiser fazer uma experiência, saia do orkut, twitter, facebook, myspace e veja quantas pessoas vão manter contato com vc via e-mail. Vc vai se surpreender. Aconteceu comigo em 2005. Eu tinha 130 contatos. Se 10 manteram contato via e-mail, foi muito, mas é lógico que sempre tem aqueles que enchem tua caixa de e-mails encaminhados, mas não te mandam um e-mail pessoal ( e sim, eu já fui uma dessas pessoas!). Isso com povo que morava na mesma cidade que eu,viu?

Teve um tempo que até tive myspace tb, mas começou a dar fofoca daí resolvi sair. Nunca mais voltei para nenhum dos dois e nunca morri tb. Chega um tempo na vida que vc tem que decidir que nível de estresse, decepção, frustração,frescura,drama e raiva vc aguenta diriamente.

Aonde foram aquelas conversas de roda? Porque o cultivo à lealdade dentro das amizade está ficando cada vez mais escasso? Pq as amizades acontecem e se vão tão rápido? Pq esse acelerar todo? Será que sou só eu que estou encomodada com isso? Será que eu sou alienígena?

Eu acredito que as máquinas não apenas dominaram o homem, mas tb colocou a humanidade contra si. O cachorro defende à quem ama e ataca o inimigo. Nós fazemos o contrário.

Acredito que as relações( de gente que mora perto e familiares) eram mais valorizadas antes dessas tecnologia serem implementadas.

Ganhamos à longa distância e perdemos à curta distância.

E vcs, o que acham de tudo isso?

ps: Acho que algumas pessoas entenderam que eu estava fazendo um "caça à bruxas" com as tecnologias, mas o que eu quis expressar foi que a parte do benefício à longa distância, eu não vejo muito no quê essas tecnologias favoreceram nos relacionamentos.

PARA COMENTAR, CLIQUE EM READ USER'S COMMENTS

17 comentários:

  1. Verdade Gi! Menina, o que tem de "rato" por aih nao eh brincadeira. Eu jah cansei de fechar conta no orkut e reabrir. Acabava abrindo de novo pois participo de uma comunidade que amo, bem fechada, que se formou ha muitos anos e foi aos poucos limpando quem nao prestava. Hoje eh um grupo forte, e a gente tem um esquema super rigoroso pra quem quer entrar. Isso tudo por causa do trauma de pessoas que infernizavam nossas vidas pelo orkut. Mas como cada uma de nos mora em um Estado diferente, acabamos nos apegando a nossa comunidadezinha. Nos nos falamos pelo tel, por email, pelo orkut... trocamos cartoes de Natal, fazemos amigo secreto, coisas assim.

    Concordo com voce no sentido que as maquinas tomaram conta da vida dos homens. Mas nao acho que tem apenas um efeito negativo, na minha vida tiveram efeitos positivos:

    Primeiro porque encontrei meu Marido (pela net)
    Segundo porque minhas melhores amigas conheci atraves da internet tb (blog e orkut) e nos encontramos, nos conhecemos, e mantemos amizades fortes.

    Acho que a tecnologia avancada pode tanto atrapalhar como ajudar.

    Depende de como nos, seres humanos, lidamos com ela.

    Adorei o post!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Tem seus prós e contras, ne Gi! Minha mãe não se atualizou, não usa internet, ela sempre me manda cartinhas escritas à mão pelos correios e me liga. Eu digo pra ela me ligar do 12 voip pelo pc q é mais barato, pra esperar minha irmã chegar em casa e ajudar, mas qd bate a saudade ela liga...
    Eu gosto das conversas de webcam do msn q tenho com minha família, acho q aproxima um pouco.

    Mas do outro lado, só usar twitter, orkut, facebook pra se comunicar com alguém tb acho q esfria a relação. Vc tem toda razão nisso, acho q mts pessoas se acomodaram...E eu acho mt feio a pessoa estar numa roda,numa conversa e ficar text messaging o tempo todo, como se não quisesse estar ali. Não podemos deixar q essa "frieza tecnologica" afete o nosso bom senso e educação.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Post MARAVILHOSO Gisley!

    Disse tudo que eu penso e mais um pouco!

    Quero deixar claro que eu sou totalmente a favor da tecnologia, das inovações. Acho que nós, seres humanos, é que temos que escolher o que nos cabe. Mas infelizmente temos olho grande e sempre queremos mais e mais, esse é o problema. Queremos o celular da moda, o computador da moda, um laptop pra teclar e assistir tv ao mesmo tempo, queremos Orkut, Facebook, twitter. E no final de tudo isso, não sobra tempo pra vida real.

    Eu também estou num momento de redescoberta de valores sabe, porque com a tecnologia parece que tudo ficou tão banal e as coisas mais simples perderam a graça. Faz 1 semana que saí do Orkut, eu nunca tinha saído antes desde que o Orkut foi criado. Também cansei de disse-me-disse, de ter tanto amigos no Orkut e quase nenhum na vida real, de gente que não tinha nada a ver com minha vida ficar olhando minhas fotos e pesquisando minha vida.
    Cansei de perder tempo no computador enquanto passava um filme bom na tv e P. assistia sozinho coitado, porque eu estava “ocupadíssima” no pc.

    Desde que saí já vi vários filmes, jantamos juntos na mesa algumas vezes, passamos tepo no jardim, andamos mais com a Brisa e eu voltei a estudar. Já liguei para 4 amigas e minha prima que é holandesa e raramente nos falamos, eu tinha até esquecido dela!

    Chega uma hora que a tecnologia fútil te sufoca, e você tem que escolher entre a vida real ou passar tempo “na fantasia”.

    Agora não tenho orkut, o facebook eu nem me lembro a senha porque nunca usei (será o próximo a ir pro saco também) e não aderi ao twitter. Quem quiser me achar que me ligue, que me mande um e-mail, ou uma carta, um sinal de fumaça, ou um pombo mensageiro, rs.

    Beijos e amei esse post!!! Posso fazer um link pra ele lá no meu blog? Deixa deixa deixa!

    ResponderExcluir
  4. Menina, e eu tenho 100-e-tantos contatos no orkut e nem eles nem eu mantemos contato, se sobram 10 já são muitos, idem para o facebook, neste eu tenho menos contato. No messenger também tenho 100-e-tantos, e geralmente vejo uns 10 on line, sempre os mesmos, o que me leva a crer que os demais já me bloquearam ou excluíram, mas o messenger eu quase nunca abro, pois acho cansativo e toma muito tempo ficar teclando.

    Concordo com você, está tudo dominado. Pior, acredito que tira muito da graca da vida. Por isso tenho desligado as máquinas e aproveitado a vida.

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Concordo com vc, Gi. O 'modernismo' atrapalha muito a convivência. A maioria das pessoas nem sabe mais conversar (com boca), mas dá um pc pra ela: hm! vai digitar 14698659 palavras por minuto. Que coisa, né?! isso é um horror. Tenho saudade da minha 'infância' onde o pessoal sentava nas calçadas para papear no finalzinho do dia. Já era!
    A tecnologia é mto boa num aspecto, mas no outro... =P

    ResponderExcluir
  6. Depende.
    Para pessoas como nós, que moramos longe da família, a tecnologia é um ponto fortíssimo.
    Agora, preferir ficar em casa de papo no msn do que sair pra tomar um vinho com os amigos, ai já é demais. rsrs

    bjs!!!

    ResponderExcluir
  7. Concordo com você! A tecnologia veio e além de perdemos contato pessoal, de comprimentar, jogar conversa fora por telefone, ligar para desejar feliz aniversário, perdemos todo o tempo. Hoje, em 24 horas parece não ser o suficiênte, e olha que tem o e-mail, heim?!
    Vai entender... eu sinto falta até das cartas escritas a mão trocadas, por isso nunca deixo de escrever para meu marido.

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Vc tem razão! Mas, tudo depende de como vc opta por utilizar as novas tecnologias. Eu tenho orkut e ele me trouxe de volta amigos que tempos não via. POr isso permaneço. Tb fiz facebook pq "todo mundo tem". É verdade, o povo pensa que vc é uma alienígena. Fiz, mas pouco passo por lá. Já o twitter, definitivamente, não tenho espaço na minha vida pra isso. O mundo todo pode ter, mas pra mim não interessa. E o celular, pra mim, continua sendo pra ligar a receber e aqui e acolá, escrever um msn. ALiás, eu compro o celular pela beleza. O mais bonito tô levando.
    kakak. Mas, enfim, tudo depende das escolhas que vc faz.

    ResponderExcluir
  9. eu acho magnifico assim podemos estar em contato com os distante, ao menos é assim q funciona pra mim :)

    ResponderExcluir
  10. Oi Gi, pois é eu acho que tem coisas boas e ruins, como tudo.
    Já tive problema com um perfil falso que fizeram no orkut, ainda bem consegui provar que nao era o meu e deram de baixa, depois disso nunca mais tive problema.
    Mais acho incrivel como podemos obter informacoes super intimas através das redes sociais.
    Em um certo ponto tenho que confessar que as msjs de texto através do celular incomodam um pouco em uma época tive que deixar o celular de lado e revisalo cada tantas horas porque estava me superando, também nao gosto das pessoas que usam msj de celular pra te dizer coisas super importantes, acho que uma ligacao é o ideal,enfim...mais o lado bom pra mim é poder falar com a minha família e conhecer muitas amigas pelo mundo através do blog, também reencontrar velhos amigos no orkut o facebook.
    Como sempre gostei do post, nota 10.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu estudo esse assunto, sabe? Então, li seu post com o maior interesse. Na verdade, cheguei ao teu blog por causa de outra pesquisa que venho fazendo, sobre blogs escritos por brasileiros que moram no exterior (sobre como tratam dessa experiência no blog, como o blog serve para desabafar o estresse da mudança, manter contato, fazer novos amigos em situação semelhante etc.). Mas, este teu post me ajuda a pensar sobre como as pessoas estão consumindo essas novas tecnologias, aplicativos, internet em geral. Gostei muito, viu?
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Esqueci de dizer: eu tenho orkut há muito tempo e não concebo mais ficar sem. Fui uma das primeiras usuárias na minha rede de amigos, senão a primeira. Criei uma comunidade na minha área profissional, que está lá até hoje firme e forte e fiz grandes amigos e aliados profissionais por meio dela. A gente troca livros raros, discute temas teóricos e polêmicas do campo profissional e até já formamos parcerias para montar grupos de trabalho em congressos. Uma ótima experiência. Concordo com a Karol: tudo depende de como você usa. Também já participei intensamente de comunidades onde fiz amigos, onde pessoas brigaram, outros se decepcionaram e sairam. Tudo depende de como você encara, de ser realista quanto às expectativas. Não é diferente da vida offline.
    Facebook fiz há algum tempo, não gostei, deixei pra lá. Há pouco tempo voltei e tenho usado mais. Acho que agora entendi como funciona. Porque é tudo parecido, mas cada um tem sua linguagem. Acho válido, também reencontrei nele gente bacana que não 'via' há tempos. Agora é comigo decidir o que alimentar ou não. Em alguns casos, só ter notícias, já está bom. Mas, gosto mesmo é de conhecer gente nova. Tenho hoje amigos no Brasil todo que conheci na web. Sempre que vou a uma cidade onde tenho conhecidos da internet, aviso e, se a pessoa quer, marco encontro. Tem dado certo pra mim. Foi assim também nas minhas viagens fora do Brasil. Fui conhecer amigo virtuais na Holanda, na Alemanha, nos Estados Unidos, no Chile, Argentina e por aí vai... Tem gente legal e gente que não presta. E isso é em todo lugar. A tecnologia em si não é boa nem ruim, tudo depende dos usos que a gente faz.
    Mas, concordo com você: uma vez inventado e incorporado à rotina, a gente já não consegue viver sem aquilo. Ou pelo menos essa é a impressão que a gente tem (mas, claro que a gente consegue, né?). Foi assim pelo menos desde que descobriram como fazer fogo, desde que inventaram a roda. Não começou com a internet não. Longe disso!
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Ufa! Que texto!!!

    A tecnologia vem para o bem e para o mal. É verdade que todas essas páginas de relacionamentos (orkut, facebook...) pode virar uma grande fofocada! Mas se eu for me concentrar nisso, morro, né? Eu uso a página para manter contato com os outros e não pra ficar sabendo da vida alheia, até pq eu me exponho d+ com um blog!


    Ter um blog tb tem lá suas vantagens e desvantagens. Aqui se conhece muita gente legal e apesar de não trocarmos e-mail rola uma certa amizade e camaradagem. Veja nós? Que nos conhecemos da mesma época de IBC e mantemos contato através dessa mesma rede. O que não vejo problema.

    Claro que o seu pensamento foi muito querente(é assim que se escreve?) ao escrever sobre os relacionamentos de hoje. Eu tive essa experiência qd morei na Dinamarca e ela se prolonga aqui. Ninguém escreve, ninguém lembra do seu aniversário, ninguém se conecta a vc. É triste, mas é o percurso natural das coisas. E a gente não pode se deixar desanimar por isso, certo??

    Também fico indignada com muitos que leem os textos de um blog e não tem o menor respeito ao fazer o comentário nada a ver. Se eu não leio, não comento, certo? Pra quê se passar desse jeito? A gente fala do coracão.

    Fia, esse comentário tá virando um post. Só quero dizer que sou solidária ao seu post e que ele foi muuuuuuuuuuito bem pensado! E que eu gostei muuuuuuuuuuito de saber a sua opnião sobre isso pq tb me trouxe aprendizado!

    beijokas Gisley, bom fim de semana e se quiser me escreva e-mails!

    ResponderExcluir
  14. Eu acho engraçado como coisas que foram feitas pra "melhorar" o contato entre as pessoas possa às vezes ser banalizado ou ser tao mal usado.
    Eu me considero uma menina ainda das antigas. Adoro falar com as amigas pelo telefone, sair pra conversar e conhecer novas pessoas. Nada como um bom papo "ao vivo e a cores" pra fortalecer a amizade, esclarecer mal-entendidos e por aí vai. Procuro utilizar as redes sociais e os artifícios tecnológicos da melhor maneira possível. Já tive muitas dores de cabeca com o tal do msn e do orkut.
    É incrível como as pessoas podem fazer maldade com suas informações da vida virtual, tanto no mundo real como no virtual tb. Já fui uma vítima disso e, hj além de ser muito mais cuidadosa decidi ser mais radical quanto aos meus contatos. Depois de apagar uma conta no Orkut, abri uma nova apenas pra manter contato com as pessoas do Brasil que realmente valem a pena. Hj tenho menos de 40 contatos(ao contrario dos 200 outros que tinha) e, realmente trocamos informacoes que a distância nao nos permite: fotos e bate papo. Procuramos manter contato apenas via e-mail mas, por problemas de tempo das duas partes, sempre ficava algo faltando: uma foto, uma dica, uma coisinha q aconteceu...
    É estranho ver as pessoas veem esse "manter contato" de formas diferentes. Algumas acham que mandar uma msg de bom fim de semana toda sexta pra toda sua lista uma forma ótima de contato. Outras sao mais apegadas ao conteúdo(tipo eu) e, esperam pelo menos uma msg mais pessoal como um "oi, tudo bem?". Algo totalmente paradoxo.
    Acho que por ser ainda tao ligada num contato mais real, que tenho dificuldades em fazer amizades virtuais. Estranho, nao?

    ResponderExcluir
  15. A nova geração tem destas coisas, por mais que se tente incutir nos filhos que devemos telefonar às pessoas e tratar dos assuntos pessoalmente, eles já têm interiorizado as mensagens, o msn e os outros tais que se torna uma luta perdida. Pessoalmente eu detesto falar ao telefone porque pertenço à geração da comunicação por correio ou vou "ali à da vizinha que preciso falar com ela". Beijinhos.

    ResponderExcluir
  16. Hmm... Posso ser do contra? Já vi muita gente reclamando a mesma coisa. Que a internet torna as pessoas superficiais, afastam aqueles que estão próximos, etc e tal. Mas comigo acontece exatamente o contrário.

    Graças à internet eu tenho um emprego, uma profissão que amo (sou analista de sistemas pra web). Graças à internet eu redescobri minha antiga paixão pelos livros e até comecei a escrever o meu. Graças à internet eu conheci (conheci mesmo, de verdade) pessoas maravilhosos, amigos talvez mais reais do que aqueles que sentam ao meu lado na igreja.

    A internet sozinha não faz nada. Ela é movida pelas pessoas. Está em nosso poder decidir como vamos utilizá-la.

    Meu pai reclama que eu fico o tempo todo no computador, mas o que ele não sabe é que do outro lado dessa tela há pessoas que eu amo e que tenho prazer em passar tempo com elas. Não interessa se não nos vemos todos os dias, a amizade e o amor que temos uns pelos outros é maior.

    Nossa, me desculpe pelo comentário enorme.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Gisley, tudo bem? Obrigada pela visita e pelo comentário la no blog!
    É uma pena mesmo ver que o que poderia vir para somar tanto, acaba muitas vezes subtraindo pelo fato nao saberem dosar as coisas.
    A frase que achei genial e resume tudo, está no seu post:
    "Ganhamos à longa distância e perdemos à curta distância"

    Abraços
    Erika

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...