domingo, 4 de julho de 2010

Independence Day - July 4th

Poisé população. Hoje esse país é azul,branco e vermelho de com força. Quando fui à igrej hoje, vi muitas casas pela vizinhança decoradas, com as bandeiras , estrelinhas e etc.

Apesar dos pesares do que se dizem dos fluorescentes, esse povo ainda é bem patriótico.Na igreja eles fizeram uma homenagem através de um recital sobre as pessoas que morreram em guerra para que os outros pudessem viver em liberdade.

Eles também cantaram "God Bless America" , que por sinal é encontrada no cantor cristão de cada igreja desse país.

Hoje haverá fogos de artifício espalhados por toda cidade.Ainda não sei se quero ir ou não, pq pelo que meu esposo me contou, não vai ser nada diferente do ano novo, mas quem sabe... Eu acho que o nosso Brasil é um país de gente bonita, trabalhadora, e esforçada, mas infelismente esse orgulho de ser brasileiro só aparece em Copa do Mundo. O nosso país é mais do que futebol. Tb somos uma nação. Eu acho que nos esquecemos um pouco disso.

Não quero dizer com isso que os americanos são melhores do que os brasileiros.Tem muita coisas na cultura deles que na nossa é 1000 vezes melhor, ex: família e tempo de qualidade. Pq um país cujo filhos deste solo és mãe gentil, só o Brasil, viu?

Mas o que eu tenho visto nesse país [ digo mais especificamente Jacksonville,FL] é uma inveja,uma estranheza, parece que a gente nem veio do mesmo país.Uma vez ouvi uma brasileira falando em português com o filho e parei e conversei um pouco com ela, mas notei que ela não queria conversa e deixei ela em paz. Eu acreditaria que já que estamos distante da nossa terra natal, seríamos mais unidos quando nos encontrássemos e não menos. Mas , é isso aí, a vida segue...

16 comentários:

  1. Nossa Gis, não sabia que existia tanta frieza assim! Minha prima também mora na Flórida. Não sei se é perto daí. Seria ótimo se vocês se conhecessem, já que desde que ela foi praí, se desviou dos caminhos do Senhor. Talvez você pudesse mostrá-la o caminho de volta.
    Super beijo.

    ResponderExcluir
  2. Aqui na Noruega a galera dos EUA também comemorou o dia 4 de julho, vi pela tv um pouco da festa em Oslo, não sei se comemoraram reunindo um bom número e em alguma parte da cidade em outros lugares, mas como eles parecem ser patrióticos, devem ter comemorado nem que tenha sido em casa.
    Rolou churrascada, bandeiras, roupas com cores da bandeira,...

    ***

    Pois é, nem sempre os brasileiros querem contato com outros brasileiros, acho estranho, ia escrever sobre isso ontem, mas deu preguica, pois aqui também rola dessas coisas. Vai entender...

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Frieza tem em todo lugar, aqui, ai, lá... uns menos, outros mais.
    A gente só precisa aprender a criar o nosso lugar aquecido: com as pessoas que realmente importam.

    Nem sempre brasileiros gostam de fazer contatos, alguns são desconfiados.
    Ainda não encontrei desse tipo por aqui.

    bjs

    ResponderExcluir
  4. tens razão Gisley isso acontece. eu tb vou a Londres muitas vezes pois tenho família lá e apercebo-me que as mães até falam(mal ) inglês com sos seus filhos esquecendo-se da sua língua materna. isso custa-me imenso. kis :(

    ResponderExcluir
  5. Eh isso mesmo Gi. Concordo plenamente!
    Um dos defeitos dos brasileiros eh essa falta de patriotismo, soh mesmo em epoca de Copa. Se bem que eu reparei que brasileiros que vem morar no exterior e estao aqui ha muito tempo sao mais patriotas, acho que pela saudade do Brasil (pelo menos alguns).
    Com relacao aos brasileiros aqui nos EUA nao quererem papo com outros brasileiros, isso jah aconteceu comigo tb. Eh mais normal acontecer em lugares onde a comunidade brasileira eh grande e muito "apegada". Aih o que acontece eh que esses grupos acabam agindo como muitos no Brasil agem: um fofocando da vida do outro, um se metendo na vida do outro, um julgando as atitudes dos outros, um passando a perna no outro... e por causa disso alguns Brasileiros evitam se envolver com outros brasileiros, com medo disso.

    Um exemplo, quando eu tava em Massachusetts, uma senhora brasileira que conheci foi a primeira a me aconselhar a ficar longe de "grupinhos" brasileiros, e pra tomar cuidado. Eu nao entendi nada, achei preconceito dela na epoca sabe. Mas depois que eu conheci meu ex namorado e os amigos deles, homens e mulheres, todos brasileiros eu entendi o conselho que aquela senhora me deu. Todos, TODOS, viviam julgando o fato de eu estar aqui nos EUA como AU PAIR ganhando uma "MERRECA" como diziam eles. E todos falavam: "por que voce nao larga esse programa, fica ilegal, e arruma um trabalho que vai te dar dinheiro menina?"

    E nao adiantava eu tentar explicar que eu vim com objetivos diferentes dos deles. Que eu vim pra morar com americanos, cuidar das criancas, aprimorar meu ingles em contato com eles, aprender a cultura deles... enquanto que eles vieram pra ganhar dinheiro!

    Chegou uma epoca que cansei, e fiquei assim "com trauma de brasileiros". Mas... nao era com todos. Nunca fui esnobe, se alguem falasse comigo na rua em portugues eu ficava feliaz da vida. Na conversa eu iria "sacar" se a pessoa era legal ou nao.

    Aqui no AZ por exemplo (pelo menos na minha cidade) nao tem muitos brasileiros. Os que tem, tem a mente aberta, vieram estudar, tem visto de estudante, nao julgam, sao legais. Esses eu soh conheco de vista, nao sou enturmada por que as condicoes sao diferentes, sao solteiros, estudantes, muitos homens, vivem na balada, fazendo festas, entao complica pois eu sou casada e tenho outras prioridades.

    Entao eu tento procurar brasileiras que sejam casadas com americanos, pois assim temos algo em comum, elas nao tem a tendencia de julgar, pois passam pela mesma experiencia, e assim vai.

    ResponderExcluir
  6. Com relacao aos brasileiros aqui nos EUA nao quererem papo com outros brasileiros, isso jah aconteceu comigo tb. Eh mais normal acontecer em lugares onde a comunidade brasileira eh grande e muito "apegada". Aih o que acontece eh que esses grupos acabam agindo como muitos no Brasil agem: um fofocando da vida do outro, um se metendo na vida do outro, um julgando as atitudes dos outros, um passando a perna no outro... e por causa disso alguns Brasileiros evitam se envolver com outros brasileiros, com medo disso.

    Um exemplo, quando eu tava em Massachusetts, uma senhora brasileira que conheci foi a primeira a me aconselhar a ficar longe de "grupinhos" brasileiros, e pra tomar cuidado. Eu nao entendi nada, achei preconceito dela na epoca sabe. Mas depois que eu conheci meu ex namorado e os amigos deles, homens e mulheres, todos brasileiros eu entendi o conselho que aquela senhora me deu. Todos, TODOS, viviam julgando o fato de eu estar aqui nos EUA como AU PAIR ganhando uma "MERRECA" como diziam eles. E todos falavam: "por que voce nao larga esse programa, fica ilegal, e arruma um trabalho que vai te dar dinheiro menina?"

    E nao adiantava eu tentar explicar que eu vim com objetivos diferentes dos deles. Que eu vim pra morar com americanos, cuidar das criancas, aprimorar meu ingles em contato com eles, aprender a cultura deles... enquanto que eles vieram pra ganhar dinheiro!

    Chegou uma epoca que cansei, e fiquei assim "com trauma de brasileiros". Mas... nao era com todos. Nunca fui esnobe, se alguem falasse comigo na rua em portugues eu ficava feliaz da vida. Na conversa eu iria "sacar" se a pessoa era legal ou nao.

    ResponderExcluir
  7. Eh isso mesmo Gi. Concordo plenamente!
    Um dos defeitos dos brasileiros eh essa falta de patriotismo, soh mesmo em epoca de Copa. Se bem que eu reparei que brasileiros que vem morar no exterior e estao aqui ha muito tempo sao mais patriotas, acho que pela saudade do Brasil (pelo menos alguns).

    ResponderExcluir
  8. Agora, quanto aos EUA... isso eh um defeito mesmo, os pais daqui nao sao como nossos pais no Brasil nao. Vejo muitos pais amorosos e tal, mas nao sao tao apegados aos filhos como os nossos sao. Soh p voce ter uma ideia, pai do meu marido "deu" um carro velho pra ele anos atras... voce acha que ele "deu" mesmo?? Ele disse que era presente, mas mesmo assim cobrava a mensalidade do filho pelo carro? Eh mole??? Meu pai deu um carro pro meu irmao no Brasil, usado tb, mas nao cobrou um centavo, pois como meu pai fala: O que eh nosso eh de voces, nos trabalhamos pra dar uma vida melhor a voces.

    Aqui nao vejo isso nao, vejo pai e mae cobrando aluguel do quarto do filho, pai e mae cobrando aluguel da casinha dos fundos pra filha morar... pais viajando pra Europa, e gastando com besteira enquantos os filhos tao passando dificuldade, perderam o emprego e tal...

    Nisso Brasil eh muito melhor!

    Ainda vou falar sobre isso nos posts sobre o que amo e o que nao amo nos EUA.

    Happy 4th of July!

    ResponderExcluir
  9. Aqui no AZ foi que eu passei por isso uma vez. Conheci uma brasileira na minha sala de aula. Eu toda feliz querendo fazer amizade com ela, conversamos no primeiro dia e tal, e eu falando pra ela que era dificil eu ver brasileiros por aqui (quase nao tem), e ela falou:
    "tem sim eh que nao eh tanto quanto em outras cidades, mas tem. Eu fujo de brasileiros aqui". Na hora fiquei meio sem graca, tipo, caramba, isso foi uma indireta (ou direta) dela pra mim??? Mas depois ela me explicou o porque. A irma dela eh casada com brasileiro e ta aqui tb, e os dois fazem parte da comunidade brasileira, e essa irma dela eh desse tipo que fica julgando todo mundo sabe, entao ela nao aguenta e se afasta. Ela eh casada com americano tb, entao foi mais facil de a gente formar uma amizade pois vivendo uma experiencia em comum sabemos que nao iremos julgar uma a outra.

    ResponderExcluir
  10. Gi, nada justifica frieza ou antipatia qd se encontra um compatriota no exterior. Nisso estou de pleno acordo contigo, devemos estar abertos pra conhecer a pessoa e sermos simpáticos.

    Aqui na Turquia tem um grupo grande de brasileiros, cada um vindo de um lugar do Brasil e dentro de uma classe social.

    Acaba que o grupo se divide por classes, interesses, enfim...Eu acho normal, pq tem algumas pessoas q eu realmente eu não ia ter mesmo o q conversar. Não é pq somos conterrâneos que vamos participar do mesmo universo.

    Fiz um pequeno mas bom grupo de amigas brasileiras e de vez em qd no encontramos e nos divertimos mt. Mas qd o encontro é com o grupo maior eu penso 2x antes de participar, pq comunidade brasileira é comunidade brasileira em qualquer lugar: fofoca rola solta.

    ResponderExcluir
  11. Aqui o patriotismo é na veia, fia! Bandeira o ano inteiro não apenas no dia da Indepedência. Suécia, é mais Suécia sempre.
    Brasileiro só serve pra xingar o país de origem, se vê na Copa gente rebaixando o time pq perdeu, deviam estar orgulhosos de pelo menos termos tentado e chegado tão longe, mas não... Brasileiro tem que cuspir no prato que come.
    Confesso que me tornei mais patriota depois que saí da minha Pátria até pq nunca me ensinaram a ser patriota lá e sim aqui.

    Mas sabe Gisley, eu tb entendo.. Num país de mil maravilhas onde devíamos estar felizes, somos descriminados, não temos a oportunidade, muita violência... è dificíl se sentir orgulhoso e patriota depois de ver tanta tragédia no jornal todos os dias, né?

    Aqui tb as brasileiras nem tchum pras outras brasileiras e olha que tentei me entrosar com as cristãs viu? Mas eu acho que já vivem aqui a tantos anos que são mais suecas que brasileira! Decepcão!

    ResponderExcluir
  12. Gi minha companheira querida!

    O Brasil realmente tem esse falso patriotismo, só enfeita e se veste de Brasil na copa... mas somos um país mais caloroso e amigo.

    Obrigada pelo carinho de sempre, pelas visitas e amanhã tenho novidades no meu cantinho!!


    beijos e te espero lá!!!

    ResponderExcluir
  13. Olá, retribuindo a visita.
    Muito obrigada pela sua visita e seu comentário, ainda não conhecia seu blog, vou passear mais por aqui.
    Uma linda e abençoada semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Gi,
    O patriotismo cresce no coracao com o orgulho que temos da nossa nacao. E eu transbordo de orgulho do Brasil, meus colegas da pos-graduacao vivem pegando no meu pe... Acho que sou um caso atipico. E hj foi engracado que eu entrei no elevador e vi uma mulher com caracteristicas de brasileira, e no elevador reparei que ela tinha um par de havaianas. Dai perguntei se ela era brasileira e batemos um papinho. foi otimo!
    Tenha um otimo dia!
    Beijos
    Marcia

    ResponderExcluir
  15. Olá... Gisley!
    Prazer em falar contigo.
    Achei muito interessante seu blog e gostaria de algumas dicas, pois estou indo pra Orlando no final do ano; claro se essa for a vontade do Senhor e Ele me conceder o visto pra isso.
    Sou também uma estudante de publicidade e propaganda e moro no Brasil.
    Gostaria de saber quais os lugares a serem visitados por um estudante de publicidade em Orlando e Disney e o porque.
    Detalhe, essa será minha primeira viagem para o exterior, 1º visto no meu passaporte... Então, toda dica de alguém experiente é muito bem vinda!
    Aguardo resposta , ok?!
    Um grande abraço e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  16. Olá... Gisley!
    Prazer em falar contigo.
    Achei muito interessante seu blog e gostaria de algumas dicas, pois estou indo pra Orlando no final do ano; claro se essa for a vontade do Senhor e Ele me conceder o visto pra isso.
    Sou também uma estudante de publicidade e propaganda e moro no Brasil.
    Gostaria de saber quais os lugares a serem visitados por um estudante de publicidade em Orlando e Disney e o porque.
    Detalhe, essa será minha primeira viagem para o exterior, 1º visto no meu passaporte... Então, toda dica de alguém experiente é muito bem vinda!
    Aguardo resposta , ok?!
    Um grande abraço e fique com Deus.

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...