quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Fica o amor, vai-se o respeito.


Trilha de hoje
(Aperta o play que essa música é uma viagem):


 Apparat - Sayulita (DJ KiCKS)


Querida "Perdi o Respeito", 
Então... Mais uma vez você se encontra nessa situação. Queixando-se das mesmas coisas. Já é o terceiro barco furaco em menos de um ano, porém você insiste em dizer que você sabe o que fazer. Faz exatamente o contrário e depois quer desabafar. 
Você sabia que ele nunca te prometeu um relacionamento, mesmo você querendo um com intuito de casar. Você sabia que ele não era o tipo de cara pra se envolver. Você e ele estavam buscando coisas diferentes. Ele deixou claro pra você que queria curtir, mas ao invés de dispensar o camarada, você cedeu. Aí umas coisas estranhas começaram a acontecer. Você começou a ir pra casa dele sempre que ele chamava. Mal se conheciam já estavam trocando fluídos. Do nada você me fala que deixou algumas coisas na casa dele. Passou a dormir lá. Passou a cozinhar pra ele, a limpar a casa dele, a cuidar do filho dele sem ele te pedir. Passou a dar ficante benefício de marido. Você deixou de ter uma vida, deixou de investir no seu próprio negócio e esqueceu seus amigos também. Toda a sua vida era dedicada a ele. Isso sem ele nunca ter pedido isso de você. 

Teus amigos, que hoje você diz não ter na cidade, te falaram que você deveria ir com calma. Que tentasse um approach de amizade primeiro, porque assim se você descobrisse que o cara não era boa praça, você não estava engodada com algo que poderia te bloquear  de conhecer uma pessoa bacana, mas não, você sabia o que fazer. 
A primeira decepção acontece. Cobranças da sua parte em relação a essa bagunça começam a ficar mais frequentes. Porque ele deveria te levar pra jantar fora como namorado se você já o trata como marido sem ele ter que fazer nada? Homem é homem. É balela essa coisa de que mulher segura homem. Segura é merda. A única coisa que segura homem é ele mesmo. "Amor por dois" é suicídio. E não, homem não fica xonis só porque o rala tá rolando.

Não existe essa coisa de que a mulher vai mudá-lo porque brincou de casinha e fez tudo perfeitinho. Até os seus amigos homens lhe disseram que deixasse ele correr atrás.Quando homem quer, nem o diabo segura, mas quando ele não quer, nem Deus ajuda.   
Aí você desabafa com teus amigos. Eles te dizem que é cilada.Cai fora enquanto é tempo, mas você insiste em dizer que você sabe o que você tem que fazer. Os teus amigos só servem pra você  vomitar seus desabores, mas você detesta todo e qualquer tipo de conselho. Porque você não quer ninguém se metendo na sua vida.Você, assim como seu barco furado, só quer o que lhe convém em um relacionamento. Detesto lhe dizer isso, mas ele é o reflexo da sua obstinação.

 Ele quer as regalias sem o compromisso e você age assim nas amizades.  Você decidiu voltar pra ele mesmo depois dele ter cagado no seu coração. Acho que um tolete não foi suficiente. 
 
 Você some de novo. As coisas pioram de novo, mas agora você quer fazer a caveira dele. Por que? Você DECIDIU fazer o que quis por livre e espontânea vontade. Por que agora você é vítima e ele, ladrão? Nessa bagunça toda, o mais sincero foi ele. O mais honesto foi ele. Agora ele está saindo com outras mulheres e você pirando o cabeção. Por quê? Pra quê? Ele mentiu por acaso?   Por que você o culpa pelo que você não fez( estabelecer limites)?

Ele não é somente o problema. Agora tudo é problema. A casa que você mora é um problema. A cidade onde você mora não é boa para os seus negócios. Você diz que não tem amigos aqui quando você mesmo se isolou durante seu conto de fadas. Ainda tem a cara de pau de dizer quando tá na pior ninguém te liga. É difícil sacar o que não foi depositado. Onde você se encontrou quando seus amigos estavam na pior? 

Você acredita que tudo será resolvido se você sair dessa e ir morar em outro lugar. Você entra com pressa e sai depressa quando as coisas não saem como planejadas. Uma pena. Desejo que cresça e tome responsabilidade pelas suas escolhas.Do contrário daqui há 6 meses se encontrará no barco furado # 4, ou não, afinal, você sabe o que fazer. 

 

9 comentários:

  1. A mais pura e real verdade. Infelizmente algumas girls não se valorizam e nem tão pouco se deixam ser valorizadas, as vizinhas se contentam na política do "pão e circo", ou seja, dar um pouquinho de prazer e ali já fez a alegria do medíocre coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ás vezes é carência mas às vezes é obstinação mesmo. A pessoa insiste em caminhos e hábitos que já não deveriam mais fazer parte da vida dela. Há uma hesitação em deixar aquilo e procurar crescer. Ouvi uma mensagem essa semana que a conferencista disse: é uma imaturidade espiritual. Não há uma entrega total, uma dedicação pelo que a pessoa deveria buscar, aí ela se engoda cada vez mais com coisas que vão matando-a aos poucos. Beijos!

      Excluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...