quinta-feira, 14 de julho de 2011

Pequenos[Grandes] prazeres

Mateus com seu beach kart. Um dos chamegos dele.
Às vezes a vida pode ser bem fácil se a gente não tentar complicar. A cultura e a sociedade são tão dinâmicas.Em um momento o que é sucesso meses depois pode não ser mais. Como definir felicidade? O que te faz feliz?

Tudo é tão corrido hoje em dia. Você acorda meio que no piloto automático.

 Abre o olho - escova os dentes - toma café - vai trabalhar - volta - janta - vai dormir.

E amanhã começaremos tudo outra vez. O que é a vida se você não tem tempo para gozá-la ou se vc não procura encontrar tempo para fazer uso dela?

As minhas melhores recordações sobre felicidade envolvem os lugares mais simples com as pessoas que amo. Envolve o tempo que passamos juntos, as risadas que demos, as gírias que inventamos, os locais que fomos, as músicas que cantamos bem alto, conversas no telefone tarde da noite, aulas de academia, aulas de dança, aulas na faculdade, momentos de oração e de apoio mútuo em um grupo pequeno.

 Foi tb de pegar um livro/revista pra ler ao som do britânico Jammie Cullum. Foi de me juntar com a minha mãe e meu irmão depois de um dia cansativo e ir para o quarto dele [que era super ventilado] e conversar no escuro... e rir .... e cair da cama... e se levantar... e fazer cóscegas e contar piada... e fazer piada do outro...Foi de assistir um filme com o senso crítico no modo ligado. Foi de ter guerra do travesseiro com o grings  para ver quem apagava a luz primeiro.... Em suma, foi viver.


Essa semana não foi diferente. Nessa terça fomos à praia , e quero dizer à Lorna que algo muito estranho aconteceu. Quando eu estava na areia, estava ensolarado. Quando eu entrava na água, o tempo ficava nublado. Vc acredita nessa marmota, Lorna??? Continuando, eu gostei de estar na praia de novo, de sentir o cheiro da onda, o cheiro do mar...Sempre que vou à praia, a música Liberation do Pet Shop Boys me vem à cabeça, acho que pq o foco principal é essa coisa de aproveitar a vida, não perder tempo com coisa que não vai dar em nada. Meu marido foi pescar e fui me banhar. Gente, sem brincadeira! Naquele momento meu peso não importou, as celulites, as gordurinhas, se o cabelo iria ficar elinhado..Eu só queria ser feliz e curtir a água. E acredite, viver assim é libertador.

Debaixo dessa barraquinha aí do meu esposo[na foto],se eu disser pra vcs que tirei uma soneca que até sonhei? Sim, eu apaguei, na praia meu povo!!! Quando eu acordei, foi muito engraçado,rs!

Depois disso, decidimos ir para downtown, o coração da cidade.Mas antes disso,deixa eu contar uma pra vcs! Eu sabia que a gente ia para o centro da cidade, mas a gente não poderia gastar $$.

Aí eu orei: ow Jesus, seria tão bom se a gente tivesse uma graninha, assim sabe, para curtir uma musiquinha à beira mar no restaurante saboreando algo gostoso.

Diz aí que eu e o grings achamos $20.00 no meio dos mato na praia, qdo estávamos indo embora!!! Duas notas de 1o dólares! Hahaha, gente eu fiquei tão feliz :)! Fiquei tão feliz que nem acreditei, achava que eram falsas, rs!

Só sei que com a graninha deu pra gente comprar uma sobremesa valendo[foto], o marido pediu uma bebida congelada sem álcool e ainda deu pra dar uma tip lá pro garçom e ainda sobre dinheiro!
O que é ser feliz então? É estar contente com a vida que vc tem.Contentamento não quer dizer mediocridade. Na mediocridade a pessoa não faz nada para crescer,porém quando instasfeita nenhuma mudança é boa o suficiente.

Às vezes temos a tendência de achar que a felicidade virá naturalmente.Não é não gente, ela precisa ser cultivada. Às vezes esperamos pelo momento perfeito com a visita perfeita para fazer aquela  sobremesa, para mudar o cabelo, para usar aquele vestido que não sai do guarda-roupa, pelo dia perfeito em que não estaremos cansados demais  para namorar o(a) esposo(a) na cama , pelo o corpo sarado para só então poder usar um biquíni ,pela conta bancária gorda para poder casar, etc...Em suma, passamos a vida esperando por um ideal que não virá até nós.

Na nossa realidade tudo trabalha contra nós:

o trânsito, o atraso, o estresse, a data de entrega de certo material, filas longas de banco, a doença,o almoço que tem que está pronto em cinco minutos, o problema do cliente chato, a criança que não pára de chorar,a burocracia de um país, etc... Essa é a verdade, gente.

O senhor tempo não vai esperar que as condições favoreçam para que sejamos felizes. O tempo de viver bem e feliz é agora. Dê fim as desculpas, dê fim a negação, dê fim a justificativas sem causa.Faça diferente.O amanhã não é garantido a seu ninguém.

Seja o ator principal do filme da sua vida e não o camera man!
E vc? Como pode ser feliz hoje? Que tipo de prazeres saudáveis você talvez tenha abdicado que estão te fazendo uma falta danada? É hora de pensar sobre isso.

Deixo aqui com vcs uns versos de Eclesiastes, livro da Bíblia, que diz o seguinte:

"Eis aqui o que eu vi, uma boa e bela coisa: comer e beber, e gozar cada um do bem de todo o seu trabalho, em que trabalhou debaixo do sol, todos os dias de vida que Deus lhe deu, porque esta é a sua porção.

E a todo o homem, a quem Deus deu riquezas e bens, e lhe deu poder para delas comer e tomar a sua porção, e gozar do seu trabalho, isto é dom de Deus.

Porque não se lembrará muito dos dias da sua vida[na brevidade da vida, grifo meu]; porquanto Deus lhe enche de alegria o seu coração.

( Eclesiastes 5:18-20 ).



25 comentários:

  1. Gisley, que dia gostoso heim!! Sair do piloto automático e fazer as coisas que nos dão prazer sem se importar com o que os outros vão achar é libertador. Se mais pessoas tivessem consciência disso a vida de todo mundo seria muito mais proveitosa e agradável.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Sortudos hein! A ultima vez que me senti assim livre como vc se sentiu,pasme, foi em Fevereiro no carnaval de Veneza...Eu e meu marido pareciamos 2 crianças! O trabalho tem concentrado toda a minha atençao e acabo esquecendo de me deixar levar... Porem, ja to dando um jeito nisso!

    ResponderExcluir
  3. Louca para ir a praia, mas a praia mais próxima fica a 4hs daqui e meu marido só tem 1 dia d folga por semana. Ai, coitada de você, o sol estava abusando, mas foi bom hein? Agora, por favor, não venha me falar em gordurinha, porque voc6e é bem magrinha e celulite...bom, essa aí, todo mundo tem, mas a "sorte" de encontrar $20, são para poucos.

    Bom, sobre a felicidade, tem um tempão que rascunhei um post sobre o tema, mas nunca postei...sabe, eu não acredito em felicidade eterna, mas acredito em pequenos e grandes momentos de felicidade. Esses dias, fiquei feliz porque uma amiga que foi ao Brasil me trouxe um chocolate que amo, fiquei feliz ao falar com minha mãe e de dormir com meu marido depois dele dar plantão :)

    ResponderExcluir
  4. Lindo Gi. Gostei desse post. Bem auto astral. Menina, sorte pra achar dinheiro na rua eh o Bryan, haha.

    Olha, concordo com voce, a felicidade tem que ser cultivada, e ainda adiciondo: eh uma questao de interpretacao, ela ta lah, mas se nao "enxergarmos" nao a sentiremos. E estah nos simples prazeres da vida. Bryan e eu adoramos rir juntos, brincar com nossa cachorrinha coisas assim que nao precisam de muita coisa. Ou quando fazemos hiking, andando pela natureza. Ou parar num Dairy Queen e tomar um sorvete juntos (faziamos muito isso em Tucson, contavamos as moedas que eu tinha de troco no servico de garconete haha e iamos pro Dairy Queen).

    Muita gente pensa que a felicidade eh algo material ou as vezes algo que soh vira caso realizarem especificos sonhos. Mas e a jornada? E o agora? E o mais incrivel, eh que muitos soh percebem a felicidade desses pequenos momentos quando eles jah passaram, quando elas estao velhas, e lembrando do passado, aih pensam:
    "eu era feliz e nao sabia".

    Belo post.

    ResponderExcluir
  5. Oi Gisley,
    Adorei o texto! Que bom que voce pode aproveitar a praia e esse lanchicho super gostoso com o maridao!A felicidade esta mesmo nos pequenos gestos!

    Beijo
    =**

    ResponderExcluir
  6. "Você nasce sem pedir e morre sem querer... Por isso aproveite o intervalo Sendo Feliz !!!"

    "Quando vc não pode ter o que você quer, é hora de começar a querer o que você tem. (Kathleen A. Sutton)"

    Foram essas coisas que me vieram a cabeca lendo seu post + o que eu gostei mesmo foi de sentir a tua emocao na praia, ai ando necessitada do mar ele me passa essa calma, essa tranquilidade e essa liberdade tb... e a foto do seu marido tá show + vc devia ter colocado uma pra gente vê tua cara de feliz tb rsrsrs... bjos e feliz sexta !!!

    ResponderExcluir
  7. Olá Gisley, lindo post.
    Realmente são os detalhes que fazem tudo
    valer a pena, as pequenas coisas que nos
    faz transbordar de felicidade.
    Obrigada pela visita, gostei muito do seu blog tb.
    Meu background axei neste blog http://myblogmakeoverbackgrounds.blogspot.com/2009/05/bzzzz.html
    Lá tem outros lindos, espero que goste de algum.
    bjs.

    ResponderExcluir
  8. Que dia lindo que Deus te deu! é bonito ser simples! amo mesmo essa maneira simples de ver as coisas, viver. Vc tem razão, a felicidade se constrói a cada dia. Se dentro de vc estiver sol, ainda que esteja chovendo do lado de fora, para vc estará sempre ensolarado! :) "Não importa se estou no meio do mato,dentro de casa, em qualquer lugar.O importante é estar com a alma feliz”

    ResponderExcluir
  9. Tambem amo esses pequenos prazeres da vida. Aqui na italia a galera reclama demais, nunca vi povo pra se lamentar tanto quanto eles. E sou sempre foco de curiosidade "Tatiana mas voce esta sempre feliz, sempre sorridente, voce nao fica triste nunca?" . Ele ainda nao aprenderam a dar valor na vida, no dia a dia. Amo viver!!!

    ResponderExcluir
  10. Alô Gi!

    Faz alguns dias que venho lendo seu blog e é fantástico! Também me exportei - moro na Suécia agora, e antes da viagem procurei tanto por blogs de algum 'expatriado' para ajudar a me situar! Infelizmente não encontrei muitos - penso que foi a ansiedade - e tive a idéia de criar o meu espaço para contar as minhas impressões. Gostei muito desse texto e eu vou citar ele na minha próxima publicação!
    Obrigada pelas palavras inspiradoras...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Que delicía de post Gisley!!!
    A felicidade não envolve dinheiro ou luxo, mas simplesmente pessoas e coisas simples da vida. Amém pq vc é grata por essas pequenas demosntracões amor de amigos, familía e do seu esposo. Isso sim é felicidade.

    Dias assim são inesquecíveis.

    Beijos e Bom fim de semana

    Debora (mulher de fases)

    ResponderExcluir
  12. Gisley, como pude esquecer do pão de queijo??? hehe

    Muuito bom o post, e te confesso que durante algum tempo eu esperava acontecer algo perfeito na minha para que eu fosse feliz, dizia assim: "Quando eu tiver minha casa reunirei todos os amigos...", mas fui percebendo que Deus não me daria uma casa nova se eu não conseguia ser feliz na minha pequena casa.
    A Bíblia é muita clara quando diz que é tolo o homem que trabalha apenas para pagar as contas...
    Seu post me fez bem...
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Ahhhh que dia bacana Gy! [olha a intimidade =P]
    Realmente as vezes a gente nem percebe as coisas bacanas que acontecem no dia a dia por conta da pressa e de tantas coisas pra fazer.

    Hoje, felicidade pra mim significa um pouquinho de dor. Mas uma dor "boa" porque sei que não vou estar doente no futuro. E Além do mais essa dorzinha já já passa. E eu vou poder ir pra praia tbm!! Woooho! =D

    Um ótimo final de semana pra vc e o grings.
    Beijo, meu!

    ResponderExcluir
  14. Menina, vou rezar assim tb pra ver se acho 20 euros por aí.
    Felicidade está nas pequenas coisas, fofa!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. olá Gisley a paz de cristo, obrigado pela visita, tenha uma maravilhosa noite na presença de Deus. bjs

    ResponderExcluir
  16. Olha Gi, adoro os seus posts, mas com certeza esse é um dos melhores que já vi, senão o melhor...qd vc escreveu do quarto com o seu irmão, lembrei imediatamente da minha irmã e das risadas que a gente dá quando estamos juntas...só pq somos felizes e estamos felizes por estarmos uma com a outra. Adorei...inspirador esse post. Parabéns!

    ResponderExcluir
  17. Gi, amei esse seu texto. Fantástico!
    Depois de tudo, ainda achar 20 dólares!...
    :)

    Também eu, daqui a pouquinho vou viver o meu "momento feliz": marido está abrindo um vinho tinto, que vamos saborear comendo uns queijinhos, e assistindo ao DVD (Incontrolável), que você indicou no seu penúltimo post.
    Viu como, realmente, não se precisa de muito para ser super feliz?
    E ainda podemos contar com o friozinho que anda fazendo por aqui, para que tudo fique mais aconchegante ainda.

    Deixa eu ir que ele já está me chamando...rsss

    Beijão pra você, e tenha um final de semana luminoso.

    Fique com Deus.

    Cid@

    ResponderExcluir
  18. Gisley!
    Que texto mais gostoso de se ler!!!!
    Eu fiquei aqui pensando (depois de ler) o quanto tenho mania de esperar pelo momento ideal para pôr em prática certas coisas.
    O lance do biquíni, por exemplo, parece bobeira mas não é. Moramos numa casa com piscina e, nesses quase 3 meses aqui, eu não tive coragem de entrar porque estou acima do peso e tenho medo de "assustar" o meu marido e principalmente minha sogra!!! rs

    Acho que vc está certíssima e tenho que parar com isso de deixar de aproveitar as coisas por bobeira. Fico esperando emagrecer para entrar na piscina e perco todos esses dias de felicidade que poderia estar curtindo com ele.

    Obrigada por ter escrito isso tudo aqui.

    Também adorei ver as fotos dos momentos de voces dois!!!!!!

    Muito obrigada pelo seu comentário no meu blog, achei linda a passagem da Bíblia que vc deixou pra mim!

    Você Gisley é uma pessoa iluminada! Por isso tantas conquistas a cercam! Bj

    ResponderExcluir
  19. Oi Gi, que desfecho maravilhoso para um dia de praia! Um bolo for free e com certeza muitas risadas sobre a propria sorte!
    Realmente a felicidade é simples. Mas tão simples que a gente acha que precisa complicar pra ela acontecer.
    Bjim
    Márcia

    ResponderExcluir
  20. Adorei isso:

    "Às vezes temos a tendência de achar que a felicidade virá naturalmente.Não é não gente, ela precisa ser cultivada. Às vezes esperamos pelo momento perfeito com a visita perfeita para fazer aquela sobremesa, para mudar o cabelo, para usar aquele vestido que não sai do guarda-roupa, pelo dia perfeito em que não estaremos cansados demais para namorar o(a) esposo(a) na cama , pelo o corpo sarado para só então poder usar um biquíni ,pela conta bancária gorda para poder casar, etc...Em suma, passamos a vida esperando por um ideal que não virá até nós."

    Assino embaixo.
    Beijo

    ResponderExcluir
  21. Oieeeee... Sou nova por aqui, mas gosto muito do seu blog... Me divirto com seus posts...

    E que maravilha sair da rotina e ainda achar dinheiro na praia... Penso como você, temos que escolher SER feliz...

    Beijossss

    ResponderExcluir
  22. Concordo plenamente, Gi! Acho que de vez em sempre a gente tem que fazer isso, tirar licença de todas as baboseiras que inventamos e viver! :) Adorei o post! Um beijo!

    ResponderExcluir
  23. Me motivou seu post, de encorajar qualquer uma a usar aquele biquini esperando o emagrecimento, sendo que até as gordurinhas fizeram parte de um momento feliz! rs

    Beijao

    ResponderExcluir
  24. Falou e disse! E de uma forma muito bonita. As vida são as pequenas coisas... pequenos detalhes... e dizem que Deus mora nos péquenos detalhes... e pq não? Uma risada gostosa, uma flor no caminho, uma soneca - na praia então, hein?! Mto bom ler tudo isso... puxa a gente pra real essência de ser, existir, aproveitar. Bjocas.

    ResponderExcluir
  25. Mais uma vez você tem toda razão, Gi. A felicidade só existe se nós a enxergamos. E só a enxergamos se assim quisermos!

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...