segunda-feira, 12 de abril de 2010

Do lar x do mercado


Semana passada, foi discutida no curso de inglês, como a mulher dona de casa e a mulher do mercado de trabalho é vista por aqui. Fiquei surpresa em constatar as diferenças na cultura brasileira e na cultura americana. No Brasil a imagem da mulher dona de casa [até onde eu sei, a não ser que já esteja mudando] é a mulher que só cuida da casa[ o que eu acho uma ofensa], que tem que pedir dinheiro ao marido pra tudo e que depende financeiramente dele.

 Nos EUA, a dona de casa é vista como uma mulher cujo escritório é em casa, e mesmo que o marido seja aquele que contribui a renda, ela considera essa renda tão dela quanto dele, na opinião dela, ela não precisa pedir dinheiro ao marido, ela só precisa que ele autorize a transação comercial[que seria similar à mulher trabalhar fora, ter sua renda, mas negociar com o marido sobre a compra de certo produto/serviço ,contanto que não ferisse o orçamento]. Se eles fossem contratar uma faxineira, cozinheira, lavadeira,passadeira, secretária, "contadora" e etc, isso sairia em torno de $100 por dia no mínimo[ ou seja, $3 mil por mês], sem contar que  só uma faxineira por aqui ganha $30 a hora em Jacksonville.Se ela limpar 4 casas, é $120 em 4 hrs.

Já quando se trata da mulher do mercado, o homem precisa ajudar em casa.Se os dois desfrutam das mesmas comodidades de ter prato limpo, comida boa, lençol cheirosinho pra dormir, então porque apenas um vai ser responsável por todo o trabalho? Os dois dividem as contas,certo? Pois nesse caso, os homens entram com 50% das responsabilidades de casa relacionadas à lavar,cozinhar, fazer faxina, etc e não são menos homens por causa disso.

Creio que isso tb tem a ver com a criação dos filhos. No Brasil, os filhos são ensinados que mamãe dá tudo na mão.Aqui não. Morei com uma família americana e tinha "dois irmãos".Um tinha 20 e o outro 23. Minha mãe americana não dava tudo nas mãos não. Eles eram responsáveis pelas as próprias roupas, por engomá-las, pelo banheiro, por preparar a própria comida quando ela não tivesse em casa( não tinha isso de deixar comida preparada pra filhinho de mamãe não, viu?).

E aí mulheres? Eu acho que esse sistema deveria ser implementado nos países de 3o. mundo, e vcs?  hahahahaha!


16 comentários:

  1. Depende muito da criação. Tem homem que ainda cresce ouvindo que cozinha é lugar de mulher e que saber cozinhar é coisa de gay. Mas, tenho primos adolescentes que fazem as coisas em casa. Embora, tenha um primo adulto que nao leva nem o copo para a cozinha pq tem empregada doméstica em casa... Meu irmao cuidava da casa sozinho, eqto a esposa trabalhava e estudava, ele só trabalhava. E meu maridinho lindo faz cada comida deliciosa. Aqui dividimos as tarefas. Dona de casa no Brasil tem um sentido mais negativo. Por aqui na Alemanha tb é diferente, elas são valorizadas, inclusive, quando se tem crianças, uma vez que babá aqui é impagável...

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossaaaa!!! Super apoiado! E os turcos aqui são piores que nossos brasileiros, esses sim sabem ser paxázinhos dentro de casa.

    Totalmente apoiada a iniciativa de implementaçao desse sistema!!!! ahahhaha

    ResponderExcluir
  3. Menina, a faxineira ganha $30/hora??? Que absurdo!! Tô mudando pra aí!! hehehehe... aqui elas ganham menos(10€/hora em média) o que o pessoal já acha um absurdo.
    Essas diferenças entre culturas sao muito engracadas mesmo. Uma coisa que me deixou muito pensativa aqui no comeco, foi ver o número de mulheres que "viram" donas de casa após o nascimento dos filhos. A maior parte das alemas consegue abandonar a vida profissional e dedicar-se somente à casa e à criacao dos filhos sem nenhum tipo de neura. Algo totalmente difícil de aceitar, vindo de uma cultura onde a mulhere é uma verdadeira "mulher maravilha", conseguindo desdobrar-se em várias facetas: profissional, mae, do lar, esposa...

    ResponderExcluir
  4. Gente, eu não me acostumo mais com o "sistema brasileiro" para donas de casa, kkkkkk! Gostei muito do daqui e já implementei! kkkkkkkkkkkkk!

    ResponderExcluir
  5. Acho bem fofinho homem que ajuda em casa! O meu sabe fazer tudo, ele já morou sozinho, então me ajuda bastante.
    E isso dos filhos tbm ajudarem eu acho suuuuuuper certo! Não é pq é filho q vai ficar na boa.. hunf! rs.

    Menina, fiquei impressionada com o salário daí! rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  6. Eu concordo que esse sistema de igualdades em responsabilidades seja adotado no mundo todo. No Brasil alguns casais já chegaram a isso, mas infelizmente o país é ainda, ou sempre será, muito machista, e tem sim isso de trabalho de mulher que homem não pode fazer. Quando eu era crianca e já me era incumbido isso de fazer determinadas tarefas, eu e minha irmã, enquanto a meus irmãos nada era ensinado ou determinado, eu perguntava pra minha mãe se o pinto deles iria cair, ela só respondia que trabalho de mulher é de mulher. Bom, Deus foi pai pra mim também e me deu uma ajudinha na minha exportacäo, porque esse sistema de filhinhos de mamãe que tem no Brasil não dá pra mim. Aqui as tarefas de casa säo da responsabilidade dos dois, e se o casal tem filhos que já conseguem ajudar em casa, sejam meninos ou meninas, ambos aprendem a fazer de tudo. Inclusive é ensinado nas escolas aqui da Noruega, meu marido até aula de tricô na escola teve.
    Quanto ao dinheiro eu penso do jeito da americana, e no caso eu ainda não trabalho, então o salário do marido é dinheiro do casal. E ele também negocia comigo quando quer comprar alguma coisa, tudo em prol do nosso orcamento. Eu näo me sentia tão bem em näo ter meu salário no comeco do casamento, mas isso durou pouco, porque fui vendo que mesmo sem trabalhar eu boto dinheiro em casa, quando estou cuidando da casa (aqui também fazemos os servicos de manutencão da casa como pintura, etc) e também cuidando do orcamento doméstico, coisa que quem faz sou eu. Também penso que como estou estudando estou investindo esse tempo no meu futuro e consequentemente no futuro do casal, meu marido também ver assim.

    Li em um dos comentários que o marido cozinha. Outro dia eu li, não lembro onde, que quando o homem cozinha não é bem como uma obrigacäo que seja vista como divisão das tarefas domésticas, já que eles cozinham como hobby, por prazer e näo por dever. O cozinhar seria tarefa doméstica se ele tivesse essa obrigacäo diariamente, e näo quando vai a cozinha porque tem vontade. O meu cozinha como "hobby", mas hobby imposto por mim, quando estou sem vontade de cozinhar o chamo a essa responsabilidade, que para ele é uma tarefa e não um lazer. Como é visto isso do homem quando cozinha ser hobby por aí, ou o seu ponto de vista?

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Concordo que a mulher que está em casa, é um ordenado, é o seu trabalho, ela cuida dos filhos, da casa, da roupa, da alimentação, das compras. Ainda consegue ter mais tempo para pensar nas compras que vai fazer e por isso poupar dinheiro da família. No entanto aqui em Portugal muitas pessoas ainda pensam que esta mulher vive de papo para o ar. Na minha cada os dois trabalhamos, os quatro sujamos, os quatro limpamos. No dia da limpeza segurem o pano do pó que vamos todos limpar e arrumar, do princípio ao fim, já viste se fosse só eu? Nunca mais acabava! E os três homens descansavam? Assim mais valia ser promovida a escrava Isaura. Todas as mães deviam ensinar os filhos. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Oi minha linda Gisley!

    É tão bom conhecer as culturas diferentes!

    A mulher tem crescido muito no mercado e isso é muito bacana, visto que também temos muita inteligencia como o homem com todo aquele toque feminino.

    Mas acho também, que algumas mulheres usam isso para competir com os homens e acaba virando uma espécie de disputa dentro de casa, acabando assim com os casamentos.

    Adoro trabalhar e ser independente financeiramente, mas tenho muita vontade de ficar em casa e me dedicar ao lar, ao marido e aos filhos.

    Um beijo azul!

    ResponderExcluir
  9. Uallllllllllllll, arrasou!Adorei....Mais que apoiado.....


    Gi fiz um post novo, depois passa lá para ver, espero que vc goste.

    Beijos e boa semana para vc!

    ResponderExcluir
  10. Meninas,
    quero agradecer a todas que estão passando por aqui. Pelo visto os homens estão começando a melhorar no Brasil[pelo no sul, eu diria]?

    Gostei muito da colocação da Olga e da Luciana.Nós, embora não estejamos trabalhando fora de casa, estamos trabalhando dentro de casa.E outra, vcs já notaram que dona de casa não tem dia de folga, feriado? Qual é o dia que não tem roupa,louça pra lavar, roupa pra engomar, conta bancária pra chegar, contas para agendar pagamentos, faxina pra fazer? Que os homens venham dar mais valor às mulheres, sejam ajudando-as em casa, ou mimando-as mais vezes !

    Bjos a todas!

    ResponderExcluir
  11. O problema no Brasil é cultural. O machismo impera e enquanto isso não mudar a mulher continuará pagando a conta mais alta, ou seja, dividindo contas e tendo a total responsabilidade da casa...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  12. Dama de Cinzas, gostei de como vc pontuou a situação! Bem interessante!

    ResponderExcluir
  13. Olá Gisley,

    Acho máximo homem que sabe se virar com tudo (limpar, lavar, cozinhar). Meu marido é um desses tipos raros.
    As mulheres estão conquistando seu espaço por aqui também, mas as do Lar estão longe de ser valorizadas, principalmente pelo seu proprio companheiro. Por isso nao abro mão de sair todo dia. Os serviços domesticos? Dividimos no pouco tempo livre que temos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Pois eh, aqui nao existe esse lance de ter empregada, faxineira, cozinheira, etc, a nao ser que vc tenha dindim pra jogar fora.

    Eu e meu marido fazemos tudo juntos, ele ate um pc mais que eu ja que alem do meu trabalho na empresa, eu tenho trabalhado em comecar meu proprio negocio. Nos dois fazemos laundry, supermercado, arrumamos e limpamos a casa e tal. Nunca iria conseguir ter um parceiro que nao me ajudasse com as coisas mais basicas.

    E mesmo essa visao de dona de casa aqui sendo essa, eu nunca conseguiria depender financeiramente de alguem, nunca mesmo. Sei que nao tem nada haver pra mt gente, mas eu preciso trabalhar e ter algo to bring to the table, capisce? Rsrs

    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Nossa mas bem que essa "modernidade" poderia vir pra cá, né!!!!!!!!
    Ô que beleza que seria!!!!!!

    Adorei o novo template do blog!!!

    Uma fofura, igual a dona!

    bjoka e boa semana!

    ResponderExcluir
  16. Ola,
    Então vi teu blog ontem, ainda estou lendo aos poucos... mas achei bem legal!!
    ...o inverno é mesmo desesperador né! nao sei ai, mas aqui éé... rs
    Conheci meu marido no Brasil. Quanto à voltar à viver là, hummm... acho que nao! :)

    Quanto à ao teu post aì, acho que à cultura brasileira é uma cultura machista, que vem de berço... acho que isso jà deveria ter mudado hà muito tempo. Mas certas coisas nao mudam mesmo!!
    bj

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...