quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Outro tipo de traição - parte 2

Hoje o post vem com trilha sonora!É só apertar o play.

John Legend-01-Ordinary People

Powered by mp3skull.com



fielfi.el
adj (lat fidele)
1 Que guarda fidelidade.
2 Que cumpre aquilo a que se obriga.
3 Que tem afeição constante.
4 Leal.
5 Honrado, probo.
6 Exato, pontual.
7 Verídico.
8 Aplica-se à memória que guarda ou conserva com exatidão as idéias.
9 Infalível.
10 Constante, firme, perseverante. sup abs sint: fidelíssimo e fielíssimo. sm

Daremos continuação à série hoje. Vimos a primeira parte aqui, e agora seguimos viagem em outro tipo de traição que tende a minar os relacionamentos e acabar com a intimidade do casal.O conceito de hoje pode ser aplicado em todas as áreas, mas nesse momento estamos focando no casamento.

Na primeira parte da série, o post passou muitos dias sem ter nenhum comentário, pois acho que todo mundo pensou naquela traição que é estabelecida pela sociedade.Tb pude notar que as pessoas têm medo da traição  e não gostam de falar sobre isso.Os corajosos que vieram aqui notaram  que o conceito abordado foi como o relacionamento vai sendo minado à medida que desenvolvemos comportamentos/hábitos nocivos e até escondidos.

Falaremos hoje em especial da comunicação.Quando o casal está se conhecendo, sempre procura falar coisas que serão construtivas, que vão enaltecer o outro ou trazer encorajamento. À medida que eles vão se conhecendo e tendo mais liberdade, eles tendem a ficarem confortáveis com o liguajar que algumas vezes se torna abusivo. Uma vez, em uma pregação, o pastor mencionou a seguinte cena:

O casal está namorando. O homem pergunta para a mulher:
- Você está vendo aquela coisa linda ali no céu?

M: sim.
H: É a lua, meu amor !!!

O tempo passa,eles já se conhecem mais, estão no mesmo local e dessa vez, ela é que diz:

M: amor o que é aquele coisa linda ali no céu?
H: É a lua, abestada!

Semana passada presenciei uma cena que fiquei chocada.Fomos jantar com um casal e eles perguntaram meu nome. O esposo tentou pronunciar várias vezes mas sem êxito.

[na verdade os americanos levam à sério a pronúncia do seu nome.Eles acham que é falta de educação e tb grosseria ficar te chamado com o nome errado].

A esposa dele virou e o chamou de retardado por fazer isso.Ele desconversa e diz: é por isso que eu vou chamá-la de Gi.É mais simples.

Pequenas grosserias vão tomando forma à medida que o tempo passa.As pessoas têm pressa. Numa DR os dois estão pensando no que vão dizer assim que o outro calar a boca.Ter razão é mais importante do que ser feliz. Aos poucos o distanciamento, barreiras e tensão entram em cena, fazendo dos pombos apaixonados dois estranhos no ninho.A intimidade vai sendo afetada e já nem sabe quando foi a última vez que "viraram as pernas". Quanto melhor for a comunicação, melhor será o rala e rola.Não, eu não sou psicóloga mas li isso num livro cristão para casais. Irei parafrasear:

Você não pode esperar que seu(ua) cônjuge se entregue de corpo e alma p/ vc à noite quando ele(a) passou o dia aturando/tendo que se defender das suas grosserias,chiliques,infantilidades,seus ataques verbais e não verbais. Sem condições.

FONTE/SOURCE:GOOGLE/GETTYIMAGES
Se na maioria do tempo vcs estão brigando ao invés de comunicando, tem alguma coisa errada.Ataque o problema e não a pessoa.
Fale sobre como aquilo lhe encomoda e como o relacionamento de vcs é importante demais para permitir que aquele tipo de comportamento continue. 

Faça um inventário e pergunte-se a si mesmo(a):
como anda a sua habilidade de comunicação no relacionamento?
Ela melhorou ou piorou?
Quando foi a última vez que vc a(o) elogiou em público?
A última vez que escreveu um cartão?
A última vez que deu um abraço gostoso?
A última vez que se mostrou feliz com a presença da pessoa? 

Suas palavras e sua linguagem não-verbal emanam doçura, ternura ou aspereza?
Emanam calor ou frieza?
Emanam punição/retaliação ou maturidade?

Sei que não vivemos num mundo cor de rosa e que todos os relacionamentos tem seus momentos difíceis, mas lembre-se que vc não fala/age de qualquer maneira com seu chefe, seu professor universitário, seus novos amigos, seus clientes.Existe aquele respeito, aquela cortesia. Existe gentileza sempre.Por que deveria ser diferente com seu(ua) esposo(a)?

Mas Gisley, vc não sabe com quem eu casei! Verdade, talvez não saiba a situação mas sei que bater boca não adianta e no final ambos falam o que não deviam.Aquilo que pensamos e não dizemos de imediato, não prejudicamos à ninguém, mas aquilo que é dito no calor do momento jamais não pode ser "deletado".

Lembre-se, são sempre as pequenas coisas que afetam o relacionamento.Por isso estou chamando essa série do blog de outro tipo de traição.Se a sua afeição não é constante e vc não persevera em ter uma boa comunicação, vc está se comportando como um traidor, pois este pensa primeiramente em si mesmo, no que não lhe agrada, no que ele está perdendo ao invés no que poderia fazer para resolver a situação.Por isso acha que tem o direito de agir de forma imatura[falar como lhe apetece].

A Bíblia diz que...

A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto. (Provérbios 18:21)

E você, o que vai plantar hoje? Morte ou vida?
A escolha é sua.

Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.

De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.

Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?

Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce.
Tiago 3:9-12
Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.
Tiago 3:9
Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.

De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.

Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?

Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce.
Tiago 3:9-12

Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.
Tiago 3:9
Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.
Tiago 3:9

17 comentários:

  1. Também se pode dizer:
    Escravo do que falas, senhor do que calas.
    Beijo da Nina

    ResponderExcluir
  2. Oi Gi,
    Traição realmente é um assunto meio nebuloso, a palavra por si só já assusta e traz desconforto. O contexto de traição que você apresentou ao final do texto é interessante, mas eu o suavizaria como um tipo de comportamento inadequado aos relacionamentos saudáveis. Bem, explico: se discordo do meu esposo numa briga e desço dos saltos não significa que eu trai meus sentimentos ou a ele. Eu simplesmente não fui sábia. A traição me remete tanta coisa ruim, confesso que tenho dificuldades em usar esta palavra no contexto que você mencionou :(
    Desmerecer o namorado/noivo/esposo na frente dos outros como sua conhecida fez é bola preta. Falta de respeito sem limites!!!
    Bjim
    Márcia

    ResponderExcluir
  3. Conforme vamos amadurecendo, vamos aprendendo a dialogar e segurar a língua.Assim é a vida de casados não é fácil.Agora se não tem controle com a língua, morda, é o melhor remédio.
    Respeito para ser respeitada.Já vim casais falando essas palavras maldosas,está diminuindo, desprezando é inaceitável.Mas tem gente que aceita...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida
    Foi um presente de Deus esse seu post de hoje... me serviu muito... Obrigada,amiga
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  5. Me considero bem controlada, prefiro ser feliz a ter razão quase sempre, mas e na TPM Gi, ai é só Deus pra ter misericórdia, me controlo o máximo mas a minha é muitoooo forte. Uma palavra maravilhosa linda.
    Beijinhos!! Fique com Deus!!!
    http://naosecompara.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Gisley, primeiro quero dizer que adorei a idéia da trilha sonora! Muito bacana ler o seu post ouvindo esse som! :)
    Com relação ao post, já tive algumas discussões com o meu marido e o que tenho aprendido foi o que você disse: "mas aquilo que é dito no calor do momento jamais não pode ser "deletado".
    Falar no momento que está nervoso, no calor da discussão, não dá certo... a gente fala as coisas sem pensar e acaba magoando o outro e a palavra dita não tem volta mesmo!
    O Respeito no casal tem que prevalecer sempre!!!
    Obrigada pelo post!
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Traicao é uma palavra que choca e dói.
    Eu nao a utilizaria neste teu texto, pois ele nao fala de traicao e sim de "comportamento".

    Eu costumo dizer que nas brincadeiras dizemos grandes verdades. Muitas das vezes chamamos a outra pessoa de retardada, onde todo mundo rir, mas que na verdade era aquilo mesmo que a pessoa queria dizer.

    Todos nós cometemos erros com as nossas palavras. Quem é que num momento onde o sangue ficou quente nao gritou a sua verdade? E que na verdade nem era a verdade do outro?

    O que podemos fazer é: Aprendermos a nos policiarmos. Respirar fundo e contar até 10. E digo que nem sempre funciona, tem certas atitudes que a gente só muda com o tempo e com muita oracao.

    Bjao

    ResponderExcluir
  8. Meninas

    Usei a palavra traidor, pq segundo a definição de fiel #3 e #10,se a pessoa não se importa com o que está a dizer, bate boca, as brigas são mais frequentes e ela acha isso normal[o ato de desrespeitar, de ter essa liberdade e etc], ela está sendo infiel na maneira como se comnunica com o outro, pois no namoro, o que ela considera normal hj jamais seria tolerado, entende?

    Não estou dizendo que ninguém nunca vai errar ou dizer algo no calor do momento, mas digo no sentido da pessoa ter esse hábito e achar que não tem nada demais.E quando os de fora recebem tratamento vip e os de dentro não, isso passa a impressão de duplicidade, duas caras, que tem sim relação com a infidelidade na maneira de falar:

    - agora é ele, vc e o desrespeito.
    - ele, vc e a grosseria.
    - ele, vc e a rispidez.
    - vc, ele e a duplicidade.

    triângulos nada amorosos.

    O intuito do post foi demonstrar que infidelidade não é simplesmente ir pra cama com outra pessoa, e todas aquelas coisas que a sociedade titula como o tal.Para entender melhor,eu explico essa lógica na primeira parte do post.

    Espero que dessa vez esteja claro o que quero passar.

    Gde abraço!

    ResponderExcluir
  9. oi Gisley paz
    bela reflexão, um maravilhoso dia amiga bjs

    ResponderExcluir
  10. Viu como estamos em sintonia?
    Tratamos o mesmo tema de maneira diferente.
    Beijo da Nina

    ResponderExcluir
  11. Oi Gi!
    Não estou nem na Alemanha nem na Suécia, mas sim na Terrinha Brazilis! Posterguei meu retorno em 1 semana para ficar com minha avó que está muito mal de saúde :(
    Fiz aquela viagem ao Icehotel em 2008 :) Só esta semana que escrevi a respeito :) O programa que usei pra editar o filme se chama My Muvee (www.muvee.com) Comprei a versão premium há uns 3 anos e edito vários clipes com ele. Entrei no site agora e achei tudo estranho, deve estar under update.
    A propósito, sou mega fã do Tiesto!

    ResponderExcluir
  12. Oii, Gi. Eu concordo muito com tudo o q vc falou. Existe uma diferenca entre comforto e acomodacao, uma pessoa qdo se acomoda vai na sua casa, abre a geladeira, usa o banheiro de porta aberta e nao puxa a descarga. Eh o mesmo esquema num relacionamento,perder o respeito eh bem por ai mesmo, deixar a porta aberta e puxar a descarga na frente dos outros e ateh mesmo em casa com aqueles comentarios de ah to brincando, mas na verdade a brincadeira acaba em briga. Ja o comforto, vc se sente a vontade de falar o q pensa, o q sente mas nao precisa ofender, mas precisa colocar labels. Sao essas pequenas coisas que ateh mesmo nas amizades que faz com q nos se tornamos pessoas melhores ou piores. Eh claro que qdo comeca rolar meia pela casa toda, eu perco minha estribeira e ateh comento no meu blog, mas tudo tem limite. bjussss

    ResponderExcluir
  13. Gisley, muito obrigada pela visita querida! É mt bom saber q de alguma forma pude ser benção na sua vida! Estou seguindo seu blog e curiosa pra ler td oq tem por aqui! Beijos! God Bless! :D

    ResponderExcluir
  14. Gi, sou solteira e sei que quando viver a vida a dois isso será muito importante! Estou pegando várias dicas com vc, muito obrigada!!! bjss

    ResponderExcluir
  15. Oi Gisley!
    Obrigada pela sua visita no meu blog! Quando você tiver a oportunidade de vir para San Francisco me avise pois faço questão de encontrá-la.
    Obrigada pelo post que nos faz refletir nas nossas atitudes e melhorar como pessoa. Eu sempre procuro falar palavras doces e de edificação, especialmente para o meu marido e quando eu falo alguma coisa torta já peço desculpa, pois sei que pequenas coisas acabam se tornando grandes problemas no futuro...
    Que Deus continue te abençoando. Tenha um ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  16. Ola Gisley,

    Achei muito interessante este post. Tanto parte 1 qto parte 2.

    Estou comecando um relacionamento, e vc ja me deu muitas razoes pra pensar e refletir.

    Obrigada por dividir conosco estes posts maravilhosos, fico sempre muito feliz em ler o que voce escreve.

    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  17. Gi, primeiro eu quero elogiar de novo como seus posts são edificantes. Acho que esta é a forma mais comum de traição entre os casais, sabotar o relacionamento. Aqui em casa, algumas vezes caímos nesta armadilha, não vou negar. Mas desde que percebemos isso, temos tentado agir diferente quando temos algo a discutir, não fazemos nada mais no calor do momento, só conversamos quando o clima já é de harmonia, e sempre deixo claro ao meu marido que é preciso conquista todos os dias, que precisamos nos cortejar e nos agradar para que sempre nos façamos felizes. Beijos

    ResponderExcluir

Exporte pensamentos e idéias vc tb!
Aqui, elas chegam rápido e vc não paga nada :)!
Divirta-se e volte sempre :)!

Por favor, deixe e-mail e nome de contato caso não tenha blog ou conta do google.

AVISO: Caso não goste ou não se indentifique com o material aqui exposto, vc tem todo o direito de ir ao topo da página do lado direito e apertar o X.

Não espere que nenhum(a) blogueiro(a) mude o formato ou conteúdo do blog para adequar à sua comodidade/pensamento.


A autora se faz no direito de reprovar todo e qualquer conteúdo que não traga nada à acrescentar ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...